Porto Alegre, terça-feira, 08 de junho de 2021.
Dia do Citricultor.
Porto Alegre,
terça-feira, 08 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol Europeu

- Publicada em 17h53min, 08/06/2021.

Ex-técnico do Internacional, Eduardo Coudet comemora boa temporada pelo Celta

Coudet  já conquistou o Campeonato Argentino de 2019 com o Racing e chegou a estar na liderança do Campeonato Brasileiro com o Internacional em 2020

Coudet já conquistou o Campeonato Argentino de 2019 com o Racing e chegou a estar na liderança do Campeonato Brasileiro com o Internacional em 2020


MIGUEL RIOPA/AFP/JC
Depois de conquistar o Campeonato Argentino de 2019 com o Racing e alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro do ano seguinte com o Internacional, o técnico argentino Eduardo Coudet passava a fazer história no banco de reservas. Seu ótimo desempenho chamou a atenção de um velho conhecido: o Celta de Vigo, clube que defendeu em 2002.
Depois de conquistar o Campeonato Argentino de 2019 com o Racing e alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro do ano seguinte com o Internacional, o técnico argentino Eduardo Coudet passava a fazer história no banco de reservas. Seu ótimo desempenho chamou a atenção de um velho conhecido: o Celta de Vigo, clube que defendeu em 2002.
"É difícil depositar toda sua confiança em um treinador que não possui nenhuma experiência treinando na LaLiga (Campeonato Espanhol). Mas eles sabiam da minha filosofia de trabalho e como eu pensava sobre o futebol. Eu não era desconhecido aqui. Então, estou realmente agradecido pela oportunidade que me deram", disse. Coudet encontrou o Celta na 17ª colocação e com pequenas aspirações na temporada a não ser a luta contra o rebaixamento.
No entanto, depois de 29 partidas sob o comando do ex-treinador do Internacional, a equipe de Vigo não só figurou na parte alta da tabela de classificação como também lutou até a última rodada por uma vaga europeia - se a briga pela Liga Europa estava mais complicada, a chance de marcar presença na recém-criada Conference League bateu na trave, com o clube terminando a apenas cinco pontos do Villarreal (que acabou indo à Liga dos Campeões por conta do título continental conquistado sobre o Manchester United).
No geral, Coudet fez o Celta saltar de um aproveitamento de cerca de 25,9% para um de mais de 52,8% (chegando a atingir 66,6% no início de sua jornada) - com 13 vitórias, sete empates e nove derrotas ao longo das 29 rodadas que comandou a equipe no Campeonato Espanhol.
"Como treinador, era um desafio que queria. Eu sabia que tinha qualidade suficiente nesta equipe, para seguir em frente e longe na temporada. Desde o início, os jogadores confiaram nessa ideia, melhoraram seus desempenhos, e os resultados surgiram a nosso favor. É uma satisfação pessoal, como disse. Quando cheguei meu objetivo principal era fazer com que os torcedores não sofressem nessa temporada, já que vinham de duas muito complicadas", acrescentou.
Agora, com a manutenção de seu trabalho e a experiência adquirida em uma das temporadas mais atípicas e emocionantes da história, Eduardo Coudet sonha alto e quer continuar no clube para conquistar ainda mais com a camisa galega. "Estou muito contente aqui, muito agradecido. Vejo um clube que quer seguir melhorando, dar um salto de qualidade e eu quero fazer parte deste processo", finalizou.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário