Porto Alegre, domingo, 23 de maio de 2021.
Porto Alegre,
domingo, 23 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Gaúcho

- Publicada em 17h59min, 23/05/2021. Atualizada em 20h16min, 23/05/2021.

Grenal 432 acaba empatado e Grêmio comemora o tetracampeonato gaúcho

Grêmio repetiu o feito de 1988 e conquistou neste domingo (23), na Arena, o tetracampeonato gaúcho

Grêmio repetiu o feito de 1988 e conquistou neste domingo (23), na Arena, o tetracampeonato gaúcho


LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/JC
Deivison Ávila
O Grêmio repetiu o feito de 1988 e conquistou neste domingo (23), na Arena, o tetracampeonato gaúcho. A hegemonia tricolor venceu o pragmatismo colorado. Os donos da casa saíram na frente, com Ferreirinha, no primeiro tempo. Na etapa final, o Inter empatou com Dourado e até ensaiou uma virada. Porém, o Tricolor soube controlar as ações, perdeu chances de voltar à frente do placar, mas garantiu o título dentro de casa. O empate em 1 a 1 no Grenal 432 deu ao time de Tiago Nunes a 40ª taça estadual.
O Grêmio repetiu o feito de 1988 e conquistou neste domingo (23), na Arena, o tetracampeonato gaúcho. A hegemonia tricolor venceu o pragmatismo colorado. Os donos da casa saíram na frente, com Ferreirinha, no primeiro tempo. Na etapa final, o Inter empatou com Dourado e até ensaiou uma virada. Porém, o Tricolor soube controlar as ações, perdeu chances de voltar à frente do placar, mas garantiu o título dentro de casa. O empate em 1 a 1 no Grenal 432 deu ao time de Tiago Nunes a 40ª taça estadual.
Os primeiros minutos do confronto decisivo do Estadual foram extremamente equilibrados e com os nervos acirrados. O juiz Leandro Vuaden precisou acompanhar de perto cada jogada, já que a partida teve muitas faltas e reclamação, algo comum no encontro dos dois clubes. A primeira chance do jogo saiu na bola parada. Aos 14 minutos, após cobrança de escanteio de Ferreira, Diego Souza desviou e Geromel, livre, perdeu, na cara de Marcelo Lomba.
A primeira chegada efetiva do Inter saiu aos 28 minutos: após erro de Maicon, Galhardo ficou com a bola e acionou Palacios, mas o chileno chutou para fora. O que já era mais que previsível, ocorreu aos 37. Após discussão, encarada e empurrões, Vuaden expulsou Rafinha, do Grêmio, e Yuri Alberto, do Inter. Na entrada para dos vestiários, os dois jogadores precisaram ser contidos para não brigarem.
Nos acréscimos, Inter e Grêmio criaram chances. Na primeira, aos 45, Rodinei chutou cruzado da direita, de fora da área, e Brenno voou para espalmar. Três minutos depois, Matheus Henrique também bateu cruzado e a bola tocou no travessão. E quando o primeiro tempo se encaminhava para um empate sem gols, aos 51, o individualismo fez a diferença na Arena: Ferreirinha avançou pela esquerda, passou por Rodinei e bateu no canto esquerdo de Lomba para abrir o placar.
Precisando reverter a vantagem gremista, o Inter tomou iniciativa no início da segunda etapa. Entretanto, faltou criatividade e pró atividade do meio-campo. Mesmo com esmagadora posse de bola, o time não criou nada. Prova disso que a primeira oportunidade foi dos donos da casa. Aos 14 minutos, Matheus Henrique fez fila na área do Inter e chutou. Lomba, atento, evitou o segundo gol.
Já que faltou criação e competência técnica, os visitantes conseguiram chegar ao gol de empate na bola parada. Aos 21, Moisés colocou a bola na cabeça de Rodrigo Dourado, que mandou para o fundo das redes. O gol devolveu o Inter ao jogo, que se empolgou e partiu em busca da virada para levar a decisão aos pênaltis. Aos 30, Nonato ajeitou para Palacios, que chutou rasteiro, mas Brenno se esticou todo para defender.
Depois de um bom tempo sem chegar ao ataque, aos 36, o Grêmio quase voltou à frente do placar: Ferreirinha encontrou Vanderson às costas de Palacios. O lateral invadiu a área e soltou a bomba que carimbou a trave de Lomba. Dois minutos depois, Ferreirinha, mais uma vez, avançou pela esquerda, invadiu a área, mas chutou em cima do goleiro colorado. Nos minutos finais, o Inter partiu para cima e deu ainda mais espaços para o Grêmio. Ferreirinha e Ricardinho perderam gols inacreditáveis, mas que não fizeram falta para que a festa azul iniciasse na Arena.
Grêmio 1
Brenno; Rafinha, Geromel, Ruan e Diogo Barbosa (Cortez); Thiago Santos, Léo Pereira (Pepê), Maicon (Vanderson), Matheus Henrique (Lucas Silva) e Ferreira; Diego Souza (Ricardinho). Técnico: Tiago Nunes.
Inter 1
Marcelo Lomba; Rodinei (Caio Vidal), Lucas Ribeiro, Zé Gabriel e Moisés (Praxedes); Rodrigo Dourado, Edenilson (Guerrero) e Nonato (Léo Borges); Palacios (Lucas Ramos), Thiago Galhardo e Yuri Alberto. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.
Árbitro: Leandro Vuaden.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário