Porto Alegre, quinta-feira, 20 de maio de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 20 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Libertadores da América

- Publicada em 23h03min, 20/05/2021. Atualizada em 23h10min, 20/05/2021.

Inter vence o Olimpia e encaminha vaga na próxima fase da Libertadores

Yuri Alberto saiu do banco de reservas para garantir a vitória colorada no Defensores del Chaco

Yuri Alberto saiu do banco de reservas para garantir a vitória colorada no Defensores del Chaco


CESAR OLMEDO/AFP/JC
Deivison Ávila
A atuação do Inter foi longe de ser boa. No entanto, a vitória veio dos pés de Yuri Alberto, que garantiu o 1 a 0 sobre o Olimpia, nesta quinta-feira (20), no estádio Defensores del Chaco, no Paraguai. O triunfo sobre os paraguaios praticamente garantiu a equipe de Miguel Ángel Ramírez nas oitavas de final da Libertadores da América. O resultado deixa o Inter na liderança do Grupo B, com nove pontos e, na próxima quarta-feira, deverá confirmar a classificação e a primeira colocação diante dos bolivianos do Always Ready, em casa.
A atuação do Inter foi longe de ser boa. No entanto, a vitória veio dos pés de Yuri Alberto, que garantiu o 1 a 0 sobre o Olimpia, nesta quinta-feira (20), no estádio Defensores del Chaco, no Paraguai. O triunfo sobre os paraguaios praticamente garantiu a equipe de Miguel Ángel Ramírez nas oitavas de final da Libertadores da América. O resultado deixa o Inter na liderança do Grupo B, com nove pontos e, na próxima quarta-feira, deverá confirmar a classificação e a primeira colocação diante dos bolivianos do Always Ready, em casa.
O Inter buscou o ataque desde os primeiros movimentos. Logo aos nove, Palacios cruzou na cabeça de Galhardo, que subiu livre, mas mandou para fora, desperdiçando ótima oportunidade. Aos 17, foi a vez do lateral-esquerdo Moisés receber na intermediária e, com liberdade, soltar a bomba, de fora da área, obrigando Aguilar a espalmar para a linha de fundo.
Só que a partir da metade da primeira etapa, o Inter recuou as linhas e passou a dar espaços para o Olimpia. Prova disso que, aos 37, Estigarribia ficou com o rebote e encontrou Torres, livre, às costas de Saravia, e o lateral chutou com perigo, passando perto da trave de Lomba. Com mais posse de bola, faltou qualidade aos paraguaios para chegar com mais efetividade.
O Inter voltou mais ligado para o segundo tempo. Mesmo assim, os visitantes só foram criar aos 20 minutos: Edenilson recebeu na entrada da área e finalizou de pé direito. A bola explodiu em Salcedo, que estava com o braço aberto na meia-lua. O juiz aplicou o cartão amarelo, segundo do zagueiro paraguaio, que foi expulso. Na cobrança da falta, Cuesta bateu forte e Aguilar salvou o Olimpia.
Cinco minutos depois, Mauricio recebeu dentro da área, girou e chutou forte, de pé esquerdo. Aguilar fez nova intervenção. Com um homem a mais, o Colorado ganhou espaços e, aos 32, no contra-ataque, Taison lançou Yuri Alberto que saiu na cara de Aguillar, mas o atacante chutou fraco, nas mãos do goleiro.
Dois minutos depois foi a vez do Olimpia puxar o contra-ataque: Pitta se livrou de Lucas Ribeiro, mas foi interceptado por Dourado, que salvou o Colorado. Aos 37, finalmente, o Inter abriu o placar: Moisés dominou pela esquerda e cruzou até o lado direito, onde estava Marcos Guilherme. Ele escorou de cabeça e Yuri Alberto finalizou, de primeira, no cantinho. 
Três minutos depois, quase saiu o empate paraguaio. Camacho cobrou falta frontal, a bola desviou na barreira e Lomba se espichou todo, no reflexo, para dar um tapinha e garantir a liderança do Grupo B e trazer tranquilidade para o Grenal do próximo domingo, o decisivo do Gauchão.
Aos 44, Yuri Alberto deixou o braço no rosto de Cáceres e recebeu o cartão amarelo. Como já tinha tirado a camisa para comemorar o gol, acabou expulso.
Olimpia-PAR: 0 Aguilar; Otálvaro, Salcedo, Luis Cáceres e Iván Torres; Quintana (Camacho), Ojeda (Rodrigo Rojas), Richard Ortiz e Estigarribia (Santacruz); Recalde e Walter González (Pitta). Técnico: Sergio Orteman.
Inter: 1 Marcelo Lomba; Saravia, Lucas Ribeiro, Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson (Praxedes) e Taison; Caio Vidal (Marcos Guilherme), Thiago Galhardo (Mauricio) e Carlos Palacios (Yuri Alberto). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.
Árbitro: Nestor Pitana (Argentina).
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário