Porto Alegre, quarta-feira, 12 de maio de 2021.
Dia da Enfermagem.
Porto Alegre,
quarta-feira, 12 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Libertadores da América

- Publicada em 21h18min, 11/05/2021. Atualizada em 15h57min, 12/05/2021.

Inter sofre virada do Táchira e perde a segunda na Libertadores

Em mais uma atuação comprometedora de Zé Gabriel, o Colorado complica sua classificação às oitavas de final

Em mais uma atuação comprometedora de Zé Gabriel, o Colorado complica sua classificação às oitavas de final


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
A abertura do returno do Grupo B da Libertadores da América foi péssima para o Inter. Após sair na frente com um gol de pênalti convertido por Galhardo, o Colorado fez uma péssima segunda etapa, foi pressionado pelo fraquíssimo Deportivo Táchira e acabou perdendo por 2 a 1, nesta terça-feira (11), na Venezuela. O resultado deixa a chave totalmente embolada. O Inter segue na liderança com seis pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Always Ready que recebe o Olimpia, nesta quinta-feira (13), na Bolívia.
A abertura do returno do Grupo B da Libertadores da América foi péssima para o Inter. Após sair na frente com um gol de pênalti convertido por Galhardo, o Colorado fez uma péssima segunda etapa, foi pressionado pelo fraquíssimo Deportivo Táchira e acabou perdendo por 2 a 1, nesta terça-feira (11), na Venezuela. O resultado deixa a chave totalmente embolada. O Inter segue na liderança com seis pontos, mas pode ser ultrapassado pelo Always Ready que recebe o Olimpia, nesta quinta-feira (13), na Bolívia.
O primeiro tempo foi de domínio colorado. Com mais troca de passes e impondo seu ritmo, o time de Miguel Ángel Ramírez teve boas chances de abrir o placar. Logo aos três minutos, Moisés cruzou na cabeça de Yuri Alberto, que busca o canto esquerdo de Varela, mas finalizou para fora. Na outra, aos 20, Saravia cruzou para Galhardo. Varela cortou, mas a bola voltou no atacante colorado, que errou dentro da pequena área.
Só que um minuto antes, o Táchira teve a melhor chance da primeira etapa: Góndola recebeu lançamento, ganhou na corrida de Zé Gabriel, invadiu a área e chutou para fora. Aos 33, mais uma chance colorada: Moisés cruzou rasteiro da esquerda e Galhardo tentou de letra, mas Varela segurou firme.
A etapa final não poderia ter iniciado melhor para o Colorado. Logo aos cinco minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Granados tirou a camisa de Cuesta dentro da área e o juiz marcou pênalti. Na cobrança, Galhardo tirou o zero do placar.
Depois de sair na frente, o Inter parou de correr e passou a ser pressionado. Aos 16, Lomba salvou os visitantes: Góndola recebeu na entrada da área, girou e bateu. O goleiro colorado fez grande defesa.
O Inter seguiu dando espaços e começou a colecionar sufocos. Aos 19, Covea recebeu na área e chutou para mais uma intervenção de Lomba. No rebote, Góndola arriscou, mas Cuesta tirou. Em seguida, o mesmo Góndola tentou mais uma, mas, desta vez, Dourado quem tirou em cima da linha.
Dois minutos depois, Hernández cruzou da linha de fundo e Cova chutou rasteiro, mas Lomba defendeu em dois momentos. Depois de tanto salvar, não teve Lomba que evitasse o gol venezuelano. Nelson Hernández invadiu a área e tocou para o meio. Zé Gabriel, ao tentar cortar, devolveu a Hernández, que marcou para deixar tudo igual.
E os venezuelanos, mais vigorosos na etapa final, chegaram ao gol da vitória aos 40 minutos: Edenilson ficou protegendo um lançamento despretensioso e deixou a bola para Lomba, mas, Angarita chegou antes e acabou derrubado pelo goleiro na área. Na cobrança da penalidade, Cova balançou as redes. O Inter ainda tentou o empate nos minutos finais, mas não foi feliz.
Deportivo Táchira 2
Varela; Pablo Camacho, Carlos Vivas, Trejo e Granados; Flores e Maurice Cova; Covea (Velasco), Pérez (Nelson Hernández) Greco e Góndola (Chacón); Lucas Gómez (Angarita). Técnico: Juan Tolismano.
Inter 1
Marcelo Lomba; Saravia (Rodinei), Zé Gabriel, Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado (Lindoso), Nonato (Praxedes) e Taison (Edenilson); Marcos Guilherme (Maurício), Thiago Galhardo e Yuri Alberto. Técnico: Miguel Ángel Ramírez.
Árbitro: Wilmar Roldán (COL).
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário