Porto Alegre, sexta-feira, 07 de maio de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 07 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Fórmula 1

- Publicada em 17h58min, 07/05/2021.

Treinos livres no GP da Espanha têm safety car e hegemonia da Mercedes

As equipes voltam ao circuito em Barcelona às 7h deste sábado (8) para o último treino livre

As equipes voltam ao circuito em Barcelona às 7h deste sábado (8) para o último treino livre


JAVIER SORIANO/AFP/JC
Os treinos livres desta sexta-feira (7) para o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Espanha foram marcados pelas vitórias de Valteri Bottas na primeira sessão e de Lewis Hamilton na segunda, ambos pilotos da Mercedes. Na etapa inicial, o finlandês marcou 1m18s504, seguido de Max Verstappen, da Red Bull, e de Hamilton. Bottas até chegou a liderar a atividade final, mas acabou cedendo o posto de melhor tempo ao companheiro de equipe, enquanto Charles Leclerc, da Ferrari, conquistou o terceiro lugar.
Os treinos livres desta sexta-feira (7) para o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Espanha foram marcados pelas vitórias de Valteri Bottas na primeira sessão e de Lewis Hamilton na segunda, ambos pilotos da Mercedes. Na etapa inicial, o finlandês marcou 1m18s504, seguido de Max Verstappen, da Red Bull, e de Hamilton. Bottas até chegou a liderar a atividade final, mas acabou cedendo o posto de melhor tempo ao companheiro de equipe, enquanto Charles Leclerc, da Ferrari, conquistou o terceiro lugar.
Os treinos na Espanha começaram com a presença do polonês Robert Kubica, que participou da categoria entre 2006 e 2010 e também em 2019, substituindo Kimi Raikkonen na Alfa Romeo. O experiente piloto, no entanto, chegou a causar bandeira vermelha após rodar em uma de suas voltas.
Ele ficou com o penúltimo tempo da primeira sessão, à frente apenas de Nikita Mazepin, da Haas. O russo, aliás, foi o outro ponto marcante do treino inicial. Isso porque o polêmico piloto foi outro a perder o controle e sair da pista - ele não chegou a gerar danos no carro.
No início da segunda etapa, o carro de Carlos Sainz, da Ferrari, sofreu uma pequena avaria durante uma curva, o que fez uma peça de metal ir para no meio da pista. O fiscal da prova acionou o Virtual Safety Car, e os carros tiveram que reduzir a velocidade para 40%. Apesar do susto, o piloto seguiu correndo normalmente.
As equipes voltam ao circuito em Barcelona às 7h deste sábado (8) para o último treino livre, seguido da atividade classificatória. A prova será realizada no domingo (9), a partir das 10h. Todos os horários são referentes ao fuso de Brasília.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário