Porto Alegre, segunda-feira, 03 de maio de 2021.
Dia Mundial da Liberdade de Imprensa.
Porto Alegre,
segunda-feira, 03 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Gaúcho

- Publicada em 18h03min, 02/05/2021. Atualizada em 18h16min, 02/05/2021.

Juventude sai na frente contra o Inter por uma vaga na final

Colorado precisa vencer por dois gols de diferença, no Beira-Rio

Colorado precisa vencer por dois gols de diferença, no Beira-Rio


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
Na partida de ida da semifinal entre Juventude e Inter, disputada em Bento Gonçalves, quem se deu melhor foi o time da Serra. Neste domingo (2), os comandados de Marquinhos Santos foram efetivos e, em uma das poucas chances criadas, Marcos Vinicios definiu a vitória da Papada por 1 a 0. Ao Colorado, resta reverter a vantagem no próximo sábado, às 19h, em casa. Não tem gol qualificado nesta fase.
Na partida de ida da semifinal entre Juventude e Inter, disputada em Bento Gonçalves, quem se deu melhor foi o time da Serra. Neste domingo (2), os comandados de Marquinhos Santos foram efetivos e, em uma das poucas chances criadas, Marcos Vinicios definiu a vitória da Papada por 1 a 0. Ao Colorado, resta reverter a vantagem no próximo sábado, às 19h, em casa. Não tem gol qualificado nesta fase.
O confronto foi disputado no péssimo gramado do estádio Montanha dos Vinhedos, que não colaborou com as equipes. O Juventude até começou com uma posse de bola maior, mas, aos poucos, o Inter passou a dominar as ações, porém, sem encontrar espaços para criar. Com isso, a equipe voltou a abusar dos lançamentos longos e dos passes para trás.
O Colorado chegou na frente em duas oportunidades, com Mauricio. Na primeira, aos 37 minutos, Patrick recebeu na área, mas não dominou, e a bola sobrou para Mauricio, que chutou para fora. Quatro minutos depois, ele arriscou mais uma, desta vez de fora da área, mas não acertou o gol. O Juventude, apesar de se defender bem e dificultar a vida colorada, também não incomodou Marcelo Lomba.
Os times voltaram mais ligados para o segundo tempo. Aos quatro minutos, a zaga do Inter dormiu no ponto e Marcos Vinicios partiu livre, mas a bola quicou, e Lomba saiu do gol para ficar com ela. Cinco minutos depois, Palacios passou por Forster, invadiu a área e, ao tentar driblar Carné, foi derrubado. O juiz marcou o pênalti. Só que o VAR foi acionado, o árbitro foi ao monitor e anulou a marcação.
E, no primeiro chute a gol, o time da Serra abriu o marcador. Aos 26, Marcos Vinicios recebeu lançamento de Wescley, às costas de Dourado, avançou em velocidade e chutou. A bola ainda tocou o travessão e quicou dentro do gol.
O técnico Miguel Ángel Ramírez mudou o time, mas não conseguiu buscar alternativas para chegar à igualdade. No próximo sábado, no Beira-Rio, o Inter precisa vencer por dois gols de diferença para ir á final.
FICHA TÉCNICA
Juventude 1
Marcelo Carné; Paulo Henrique, Vitor Mendes, Rafael Forster e Eltinho (Alyson); João Paulo, Matheus Jesus (Elton), Capixaba, Wescley (Gustavo Bochecha) e Marcos Vinícios; Matheus Peixoto. Técnico: Marquinhos Santos.
Inter 0
Marcelo Lomba; Heitor, Lucas Ribeiro (Rodrigo Lindoso), Víctor Cuesta e Moisés; Edenilson (Nonato), Rodrigo Dourado e Maurício (Thiago Galhardo); Palacios (Caio Vidal), Yuri Alberto e Patrick (Praxedes). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.
Árbitro: Douglas Silva.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário