Porto Alegre, terça-feira, 27 de abril de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 27 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Libertadores da América

- Publicada em 23h24min, 27/04/2021. Atualizada em 23h31min, 27/04/2021.

Inter goleia o Táchira e assume a liderança do Grupo B da Libertadores

Patrick marcou o segundo gol na goleada colorada nesta terça-feira (27), no Beira-Rio

Patrick marcou o segundo gol na goleada colorada nesta terça-feira (27), no Beira-Rio


SILVIO AVILA/AFP/JC
Deivison Ávila
O Inter deixou para trás a derrota na altitude da Bolívia na estreia da Libertadores. Nesta terça-feira (27), o Colorado não tomou conta do Deportivo Táchira e goleou os venezuelanos por 4 a 0, no Beira-Rio. O triunfo na 2ª rodada colocou o time de Miguel Ángel Ramírez na liderança do Grupo B. O único porém da noite foi a não reestreia de Taison com a camisa colorada.
O Inter deixou para trás a derrota na altitude da Bolívia na estreia da Libertadores. Nesta terça-feira (27), o Colorado não tomou conta do Deportivo Táchira e goleou os venezuelanos por 4 a 0, no Beira-Rio. O triunfo na 2ª rodada colocou o time de Miguel Ángel Ramírez na liderança do Grupo B. O único porém da noite foi a não reestreia de Taison com a camisa colorada.
O primeiro tempo foi todo do Inter. Os 15 minutos iniciais foi de muita marcação do Táchira e o Colorado tentando superar a linha defensiva dos venezuelanos. Apenas os donos da casa apresentaram iniciativa ofensiva. Se com a bola rolando estava difícil, o Colorado abriu o placar na bola parada. Aos 19 minutos, Rodinei cobrou escanteio da direita e Cuesta subiu mais alto que a defesa e cabeceou no ângulo.
O revés abriu a equipe venezuelana que passou a dar mais espaços. Prova disso que, quatro minutos depois de inaugurar o marcador, o Inter ampliou: Galhardo tocou para Maurício, dentro da área, que carimbou o adversário. No rebote, Patrick não perdoou e marcou o segundo.
O Táchira assustou aos 28. Pérez encontrou Hernández às costas de Moisés. O meia chutou cruzado, mas a bola cruzou a pequena área e saiu. Precisando marcar, os venezuelanos seguiram com as linhas altas e acabaram sofrendo o terceiro: após cobrança rápida de falta, Cuesta acertou um lindo lançamento para Galhardo. Ele dominou, se livrou da marcação e bateu no canto direito de Varela.
Mesmo em um ritmo um pouco menos intenso, o Colorado perdeu uma grande chance de aumentar a goleada, aos cinco minutos: Edenilson lançou Patrick, que arrancou e chutou, mas o goleiro Varela defendeu com o rosto. Na sequência, Mauricio cruzou da esquerda e Dourado cabeceou firme para mais uma boa defesa do goleiro venezuelano.
Aos 13 minutos, Palacios levou o segundo cartão amarelo por derrubar Góndola, por trás, e acabou sendo expulso. O jogo ganhou outra cara e Ramírez passou a fazer substituições. Embora com um a menos, o Inter chegou ao quarto gol: Mauricio deu uma ótima assistência para Yuri Alberto. Ele avançou em velocidade, deixou a marcação para trás, e chutou para ampliar.
Nos minutos finais, os venezuelanos evitaram que a goleada fosse ainda maior. Varela salvou um chute de Nonato e Camacho tirou uma finalização de Yuri Alberto em cima da linha. O Inter volta a campo na próxima semana, na quarta-feira, novamente em casa, diante do Olimpia, do Paraguai.
Inter 4 Marcelo Lomba; Rodinei (Heitor), Zé Gabriel (Pedro Henrique), Víctor Cuesta e Moisés; Rodrigo Dourado, Edenilson (Nonato) e Mauricio; Palacios, Patrick (Marcos Guilherme) e Thiago Galhardo (Yuri Alberto). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.
Deportivo Táchira 0 Varela; Camacho, Lucas Trejo, Vivas e Granados; Cova, Flores (Fernández), Góndola (Chacón) e Hernández (Velasco); Lucas Gómez (Angarita) e Edgar Pérez (Covea). Técnico: Juan Tolismano.
Árbitro: Andres Matonte (URU).
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário