Porto Alegre, sexta-feira, 16 de abril de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 16 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Gaúcho

- Publicada em 22h01min, 16/04/2021.

No primeiro jogo sem Renato, Grêmio fica no 0 a 0 com o Caxias

Na estreia de Rafinha, o lateral até tentou, mas não conseguiu ajudar a tirar o zero do placar

Na estreia de Rafinha, o lateral até tentou, mas não conseguiu ajudar a tirar o zero do placar


LUCAS UEBEL/GRÊMIO/FBPA/JC
Deivison Ávila
O primeiro jogo após o fim da Era Renato Portaluppi foi sofrível. Em partida válida pela 1ª rodada do Campeonato Gaúcho, nesta sexta-feira (16), o Grêmio foi até a Serra gaúcha e ficou no empate sem gols com o Caxias, no Centenário. O resumo da partida fraca tecnicamente foi o alto número de faltas: 57 ao total. Com o resultado, o Tricolor chegou ao terceiro jogo sem vitória.
O primeiro jogo após o fim da Era Renato Portaluppi foi sofrível. Em partida válida pela 1ª rodada do Campeonato Gaúcho, nesta sexta-feira (16), o Grêmio foi até a Serra gaúcha e ficou no empate sem gols com o Caxias, no Centenário. O resumo da partida fraca tecnicamente foi o alto número de faltas: 57 ao total. Com o resultado, o Tricolor chegou ao terceiro jogo sem vitória.
O técnico interino Thiago Gomes promoveu as estreias do lateral-direito Rafinha e do volante Thiago Santos. Só que as novas contratações pouco fizeram no primeiro tempo. Os dois times não criaram nenhuma chance claro de gol. Marcelo Pitol e Brenno passaram 45 minutos sem ser acionados.
O Grêmio manteve a posse de bola característica de Portaluppi, mas não agrediu a equipe da serra em nenhum momento. Rafinha até mostrou qualidade no cruzamento, mas o ataque não soube aproveitar. A prova de que o Caxias pouco fez para atacar os visitantes é que a primeira bola que foi a gol foi um chute fraco, aos 31 minutos, sem perigo algum para o goleiro Brenno.
O segundo tempo seguiu a mesma levada. A diferença foi que, aos 15 minutos, Rafinha pegou o rebote do escanteio e chutou forte, mas Pitol espalmou. Em um confronto com tão poucas oportunidades, aos 34, o Grêmio perdeu a maior: a bola passou duas vezes na frente do gol de Pitol. Na última delas, Elias, em cima da linha, finalizou em cima do goleiro, desperdiçando uma chance mais que clara.
O empate após os 90 minutos foi mais que justo. Seguindo a maratona de jogos, o Grêmio volta a campo no domingo, às 20h, na Arena, quando recebe o Novo Hamburgo, dessa vez pela 10ª rodada do Gauchão, igualando o mesmo número de jogos dos adversários. Já a equipe grená entra em campo só na terça-feira, novamente em casa, diante do Ypiranga, de Erechim.
Caxias 0 Marcelo Pitol; Eduardo Diniz, Henrique, Thiago Sales e Bruno Ré; Juliano, Tontini (Marlon), John Lennon, Jhon Cley (Diogo Oliveira) e Mazola (Milla); Giovane Gomez (Gleydson). Técnico: Rafael Lacerda.
Grêmio 0 Brenno; Rafinha, Paulo Miranda, Ruan e Felipe; Thiago Santos (Lucas Silva), Darlan, Ferreira, Jean Pyerre e Pepê (Léo Chú); Ricardinho (Elias). Técnico: Thiago Gomes (interino).
Árbitro: Anderson da Silveira Farias.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário