Porto Alegre, quarta-feira, 07 de abril de 2021.
Dia do Jornalista. Dia Mundial da Saúde.
Porto Alegre,
quarta-feira, 07 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Inter

- Publicada em 17h23min, 07/04/2021.

Inter explica demissões e reforça a necessidade de vender jogadores

Mais de 60 funcionários de diversas áreas do clube foram desligados nesta quarta-feira (7)

Mais de 60 funcionários de diversas áreas do clube foram desligados nesta quarta-feira (7)


MARCO QUINTANA/JC
Deivison Ávila
Desde que assumiu o Inter no início do ano, a gestão Alessandro Barcellos reforça a necessidade de enxugar gastos e readequar as finanças. Nestes primeiros meses da temporada 2021, alguns jogadores tiveram contratos rescindidos e outros foram dispensados. Só que nesta quarta-feira (7), os desligamentos chegaram em diferentes áreas do clube. Mais de 60 funcionários foram demitidos.
Desde que assumiu o Inter no início do ano, a gestão Alessandro Barcellos reforça a necessidade de enxugar gastos e readequar as finanças. Nestes primeiros meses da temporada 2021, alguns jogadores tiveram contratos rescindidos e outros foram dispensados. Só que nesta quarta-feira (7), os desligamentos chegaram em diferentes áreas do clube. Mais de 60 funcionários foram demitidos.
Entre os nomes mais conhecidos estão o ídolo Iarley, que trabalha junto à categoria de base colorada, e o ex-atacante Fabiano, reconhecido por algumas boas atuações na década de 1990. Ele atuava na área social. Saídas também ocorreram na área de comunicação, no futebol feminino e em outros setores.
De acordo com a nota emitida pelo clube, o momento atípico que o mundo atravessa com a pandemia do coronavírus provocou um impacto muito forte nas receitas, levando o Inter a uma nova realidade, precisando se adaptar a este novo cenário. “Gostaríamos de agradecer a todos pela dedicação e respeito que sempre tiveram ao Colorado”, agradecendo aos dispensados.
Dentre as medidas adotadas pela nova gestão está a redução de contratos com parceiros, fornecedores e suprimentos; a redução de investimentos, da folha de pagamentos e do quadro funcional. Com isso, o clube acredita que possa reduzir consideravelmente o déficit de 2020, que pode chegar próximo à casa dos R$ 90 milhões. O documento está sendo elaborado e deve ser levando à votação junto ao Conselho Deliberativo nas próximas semanas.
O Inter ainda reforça que uma das soluções para atravessar esse momento financeiro mais do que delicado passa pela venda de atletas. A projeção colorada é de que seja arrecadado R$ 90 milhões com a negociação de pelo menos dois jogadores. Lembrando que a gestão ainda precisa arcar com todas as despesas ordinárias de 2021.
“É fundamental salientar que as ações partem da premissa de não prejudicar a performance esportiva do Internacional, uma vez que essa gestão tem como objetivo principal manter o clube como protagonista no cenário esportivo conjugado com o equilíbrio financeiro”, encerra a nota oficial.
Comentários CORRIGIR TEXTO