Porto Alegre, terça-feira, 30 de março de 2021.
Porto Alegre,
terça-feira, 30 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Fórmula 1

- Publicada em 21h52min, 30/03/2021.

Ricciardo diz que estreia na McLaren não foi forte, e equipe revela problema

Piloto australiano poderia ter uma performance melhor se não fosse um problema no assoalho do carro

Piloto australiano poderia ter uma performance melhor se não fosse um problema no assoalho do carro


ANDREJ ISAKOVIC/AFP/JC
Com 18 pontos conquistados no GP do Bahrein, no último domingo (28), a McLaren fez uma estreia promissora na temporada 2021 da Fórmula 1. O britânico Lando Norris finalizou a prova na quarta colocação e Daniel Ricciardo, estreante na equipe, chegou em sétimo. Ao todo, a nova dupla do time com sede em Woking, na Inglaterra, marcou 18 pontos logo de cara.
Com 18 pontos conquistados no GP do Bahrein, no último domingo (28), a McLaren fez uma estreia promissora na temporada 2021 da Fórmula 1. O britânico Lando Norris finalizou a prova na quarta colocação e Daniel Ricciardo, estreante na equipe, chegou em sétimo. Ao todo, a nova dupla do time com sede em Woking, na Inglaterra, marcou 18 pontos logo de cara.
Ricciardo destacou que a corrida no circuito de Sakhir não foi excelente para a McLaren, mas, otimista, projetou desempenho mais positivo na próxima etapa, o GP da Emília-Romanha, que acontecerá em 18 de abril, no circuito de Imola, na Itália.
"Imola é a próxima corrida e eu gosto da pista. Então, fico empolgado. Olhando para os dados colhidos, parece que tivemos uma boa velocidade máxima. Então, creio que Imola será melhor para nós. Estou ansioso. O fim de semana, como um todo, foi bem satisfatório. Na corrida, em si, sofri um pouco com ritmo. Não diria que foi uma corrida forte, o que significa que temos muito trabalho a fazer", afirmou o australiano.
Entretanto, Ricciardo poderia ter tido uma melhor performance se não fosse um problema descoberto pelos mecânicos logo após a corrida. Na relargada da volta quatro, após a saída do safety-car, o australiano tentou acompanhar Norris e forçou uma ultrapassagem no francês Pierre Gasly, da AlphaTauri. Ao tentar a manobra, porém, escapou da pista e danificou o assoalho do carro em um toque com o rival.
Andreas Seidl, chefe da McLaren, explicou os motivos que tiraram o estreante da equipe da disputa por melhores posições durante a etapa no circuito de Sakhir. "Após a corrida descobrimos problemas no assoalho do carro causados pelo impacto do Gasly acertando a traseira de seu carro no início da etapa. O nível de dano causou uma considerável perda de 'downforce'", contou o dirigente.
"Apesar da perda de performance, Ricciardo usou sua experiência para lidar com os problemas e conseguir importantes pontos para a equipe. Agora estamos ansiosos para a próxima corrida. Ainda estou bem feliz com todo o fim de semana com o Daniel, muito feliz por ter pontuado, foi um bom início", completou Seidl.
Comentários CORRIGIR TEXTO