Porto Alegre, segunda-feira, 08 de março de 2021.
Dia Internacional da Mulher.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 08 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Copa do Brasil

- Publicada em 20h09min, 07/03/2021. Atualizada em 14h12min, 08/03/2021.

Grêmio perde para o Palmeiras e adia o sonho do hexa

Thaciano foi uma das opções de mudança, mas pouco correspondeu dentro de campo

Thaciano foi uma das opções de mudança, mas pouco correspondeu dentro de campo


LUCAS UEBEL/GRÊMIO/FBPA/JC
Deivison Ávila
O Grêmio até iniciou com cara de quem buscava algo diferente em São Paulo. Só que as falhas defensivas, principalmente, do goleiro escolhido por Renato Portaluppi comprometeram a busca do hexacampeonato da Copa do Brasil. O Palmeiras foi cirúrgico. Aproveitou dois contra-ataques mortais e bateu o Tricolor por 2 a 0, neste domingo, no Allianz Parque.
O Grêmio até iniciou com cara de quem buscava algo diferente em São Paulo. Só que as falhas defensivas, principalmente, do goleiro escolhido por Renato Portaluppi comprometeram a busca do hexacampeonato da Copa do Brasil. O Palmeiras foi cirúrgico. Aproveitou dois contra-ataques mortais e bateu o Tricolor por 2 a 0, neste domingo, no Allianz Parque.
As surpresas gremistas colocadas em campo por Renato foram o lateral-direito Vanderson e o volante Thaciano, sacando Victor Ferraz e Jean Pyerre. Já o Verdão trocou apenas o zagueiro Luan, expulso, por Alan Empereur. Com a bola rolando, o Tricolor partiu para cima cedo e quase marcou aos dois minutos: Vanderson cruzou da direita, a bola passou na frente do gol de Weverton, mas Pepê, por muito pouco, não alcançou.
Depois do susto inicial, o Palmeiras se encontrou em campo e chegou com perigo aos sete minutos. Maicon errou passe no meio-campo, a bola sobrou com o adversário que acionou Rony. Quando ele estava na cara de Paulo Víctor, Paulo Miranda surgiu para interceptar o chute palmeirense. Aos 20 minutos, após ótima troca de passes entre Felipe Melo e Rony, a bola chegou até Raphael Veiga, que marcou um bonito gol. Só que Rony estava impedido e o lance foi anulado.
Nos minutos finais, os donos da casa chegaram em duas oportunidades. Na primeira, Zé Rafael chutou colocado e Paulo Víctor saltou para espalmar para escanteio. Na outra, a defesa deu espaço, Wesley avançou e chutou de fora da área. A bola passou perto do poste esquerdo.
A primeira chegada da etapa final foi palmeirense: Raphael Veiga chutou e Paulo Víctor defendeu. A resposta gremista veio com Thaciano, que também bateu para Weverton intervir. Assim como no primeiro tempo, os visitantes iniciaram avançando as linhas e buscando o gol. 
Só que assim como no começo da partida, o Grêmio não aproveitou o próprio ímpeto e foi castigado com um gol do Verdão. Aos sete minutos, em contra-ataque rápido, Raphael Veiga lançou Wesley na esquerda. Ele dominou e bateu de pé esquerdo. Paulo Víctor ainda tocou nela, mas a bola morreu no fundo do gol.
Com o revés, Portaluppi colocou a velocidade de Ferreirinha e Guilherme Azevedo em campo. Jean Pyerre também foi a campo, minutos mais tarde. Nesta altura do jogo, o Tricolor precisava de dois gols para levar a decisão aos pênaltis. Só que Abel Ferreira também renovou a formação paulista, colocando sangue novo em campo.
As trocas colocaram o Tricolor à frente, mas com isso abriram espaços para o Palmeiras. E em mais um contra-ataque mortal, Rony tocou para Willian Bigode, que deu uma ótima assistência para Gabriel Menino. Ele driblou e chutou forte. A bola passou por baixo das pernas de Paulo Victor, decretando de vez o tetracampeonato palmeirense da Copa do Brasil.
Com o vice-campeonato, o Grêmio já volta a campo na próxima quarta-feira, pela primeira fase preliminar da Libertadores da América. Na Arena, às 21h30min, o Tricolor recebe o Ayacucho, do Peru.

Escalação

Palmeiras 2: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Alan Empereur e Viña; Felipe Melo, Zé Rafael (Patrick de Paula), Rony, Raphael Veiga (Mayke) e Wesley (Gabriel Menino); Luiz Adriano (Willian Bigode). Técnico: Abel Ferreira.
Grêmio: Paulo Víctor; Vanderson (Victor Ferraz), Paulo Miranda, Kannemann (Churín) e Diogo Barbosa; Matheus Henrique, Maicon, Alisson (Guilherme Azevedo), Thaciano (Jean Pyerre) e Pepê (Ferreira); Diego Souza. Técnico: Renato Portaluppi.
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ/FIFA).
Comentários CORRIGIR TEXTO