Porto Alegre, quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021.
Aniversário da Casa da Moeda do Brasil.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 11 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 21h10min, 10/02/2021. Atualizada em 15h17min, 11/02/2021.

Inter perde para o Sport e vantagem no Brasileirão fica em um ponto

Patrick marcou, mas o time se perdeu diante dos pernambucanos

Patrick marcou, mas o time se perdeu diante dos pernambucanos


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
O Inter não jogou com a tradicional tranquilidade dos últimos jogos. Um time nervoso, com erros primários e um posicionamento confuso fez com que a equipe perdesse para o limitado Sport por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (10). O revés na 35ª rodada diminuiu a vantagem para o vice-líder Flamengo para apenas um ponto. Assim, o Inter interrompeu uma sequência de 12 jogos sem perder. No próximo domingo, o Colorado visita o Vasco e o Flamengo recebe o Corinthians.
O Inter não jogou com a tradicional tranquilidade dos últimos jogos. Um time nervoso, com erros primários e um posicionamento confuso fez com que a equipe perdesse para o limitado Sport por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (10). O revés na 35ª rodada diminuiu a vantagem para o vice-líder Flamengo para apenas um ponto. Assim, o Inter interrompeu uma sequência de 12 jogos sem perder. No próximo domingo, o Colorado visita o Vasco e o Flamengo recebe o Corinthians.
Para tentar romper o paredão de três zagueiros formado por Jair Ventura, o técnico Abel Braga apostou na bola levantada na área. Na primeira metade da etapa inicial, foram mais de dez cruzamentos, quase todos sem sucesso. Exceto aos 15 minutos, quando Uendel cruzou e Caio Vidal cabeceou muito perto do poste esquerdo.
Só que aos 25, após uma falha dupla de Uendel, na primeira ele perdeu no alto, de cabeça, no meio-campo, e Marquinhos puxou o contra-ataque para o Sport e foi derrubado pelo lateral-esquerdo na entrada da área. Sem titubear, o árbitro o expulsou, já que era o último homem.
Com um homem a mais, aos 37, a equipe pernambucana puxou novo contra-ataque, desta vez com o volante Marcão. Ele fez um lindo drible sobre Lucas Ribeiro e mandou para o fundo das redes. Só que o revés não assustou os donos da casa. Três minutos depois, Patrick aproveitou o bate-rebate dentro da área e chutou forte e deixou tudo igual.
Mas num primeiro tempo que teve de tudo, aos 49, Patric cruzou na área, Lomba acompanhou a trajetória da bola e simplesmente parou, com a mão erguida. No entanto, Júnior Tavares não parou e rolou para Dalberto marcar o segundo. O VAR foi acionado e conformou o gol do Sport. Bobeira geral do time colorado.
Mesmo com um a menos, o Inter foi para cima em busca do gol de empate na etapa final. Aos 18 minutos, Caio Vidal surgiu pela direita, passou pela marcação, chutou de trivela e acertou a trave. Na sequência do lance, a bola voltou para ele, mas o chute saiu por cima. Só que a superioridade numérica, os visitantes quase ampliaram em duas oportunidades: uma com Hernane e outra com Thiago Neves.
Então Abel Braga empilhou atacantes e colocou o Inter para frente. Só que em uma noite desastrosa, o time não teve forças de buscar ao menos o empate e desperdiçou uma grande chance de aumentar a vantagem na liderança da competição.
Escalação
Inter
Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta e Uendel; Dourado (Nonato), Edenilson, Patrick (Peglow), Praxedes (Léo Borges) e Caio Vidal (Abel Hernández); Yuri Alberto. Técnico: Abel Braga.
Sport
Luan Polli; Iago Maidana, Adryelson e Rafael Thyere; Patric, Betinho (Ronaldo Henrique), Marcão, Thiago Neves (Ewerthon) e Junior Tavares (Hernane); Dalberto (Luciano Juba) e Marquinhos (Sander). Técnico: Jair Ventura.
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (FIFA/PR).
Comentários CORRIGIR TEXTO