Porto Alegre, quinta-feira, 04 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 04 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 23h05min, 04/02/2021.

Inter empata sem gols com o Atlhetico-PR na Arena da Baixada

Rodinei foi um dos melhores no Colorado, chegando perto de marcar duas vezes

Rodinei foi um dos melhores no Colorado, chegando perto de marcar duas vezes


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
O Inter foi até a temida Arena da Baixada e não conseguiu manter a série de vitórias no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira (4), o Colorado não repetiu as boas atuações e ficou no 0 a 0 com o Athletico-PR. O resultado encerra a série de nove triunfos seguidos e diminui a vantagem para o Flamengo, segundo colocado, para dois pontos. O Rubro-Negro venceu o Vasco por 2 a 0, no Maracanã.
O Inter foi até a temida Arena da Baixada e não conseguiu manter a série de vitórias no Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira (4), o Colorado não repetiu as boas atuações e ficou no 0 a 0 com o Athletico-PR. O resultado encerra a série de nove triunfos seguidos e diminui a vantagem para o Flamengo, segundo colocado, para dois pontos. O Rubro-Negro venceu o Vasco por 2 a 0, no Maracanã.
O primeiro tempo foi bem equilibrado e o Inter demorou um pouco para se encontrar em campo. Com mais posse de bola, o Furacão permaneceu um maior tempo no campo de ataque na parte inicial do jogo. Aos 18 minutos, a primeira grande chance da partida foi dos donos da casa: após bola alçada na área por Nikão, Lucas Ribeiro afastou, mas ela sobrou para Cittadini, que carimbou o poste.
O lance acordou o Inter na partida. Três minutos depois, Moisés cruzou da esquerda e Yuri Alberto mandou para o fundo das redes, só que o lateral-esquerdo estava impedido. Aos 23, o Colorado quase marcou pela direita: Rodinei recebeu de Marcos Guilherme, dominou e chutou forte, mas a bola, caprichosamente, parou no poste direito do goleiro Santos.
Aos 28, o lateral-direito cobrou falta frontal, a barreira abriu, mas Santos salvou os paranaenses, dando um tapinha para o lado. E, nos acréscimos, Edenilson fez grande jogada pela direita, se livrou da marcação e cruzou na medida para Praxedes, que cabeceou para fora, passando muito perto da trave esquerda.
Os times voltaram iguais para o segundo tempo. Só que a vontade e a qualidade ficaram no vestiário. As duas equipes criaram muito pouco nos primeiros 30 minutos da etapa final. Cada treinador promoveu duas trocas, mas que pouco surtiram efeito. O Athletico foi quem mais tentou chegar perto do gol. Aos 29, Nikão chutou, mas Lomba segurou firme.
Após todas as trocas feitas, os paranaense seuiram em cima. Já nos acréscimos, Vitinho fez boa jogada pessoal, mas Lomba, atento, espalmou. No finalzinho, o Inter subiu ao ataque e a bola bateu na mão do defensor do Atheltico dentro da área. Os jogadores pediram pênalti, mas o lance foi totalmente acidental.
O Inter pareceu satisfeito com o ponto conquistado em Curitiba, Agora, a falta de chegadas ofensivas no segundo tempo foi o destaque negativo do time de Abel Braga na Arena da Baixada. O Colorado volta a campo só na próxima quarta-feira, quando recebe o Sport, no Beira-Rio.

Escalação

Athetico-PR: Santos; Jonathan (José Ivaldo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Richard, Léo Cittadini (Vitinho), Fernando Canesin (Christian) e Jadson (Reinaldo); Nikão e Carlos Eduardo (Renato Kayzer). Técnico: Paulo Autuori.
Inter: Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta e Moisés; Lindoso (Zé Gabriel), Edenilson, Patrick (Caio), Praxedes (Johnny) e Marcos Guilherme (Peglow); Yuri Alberto (Abel Hernández). Técnico: Abel Braga.
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG).
Comentários CORRIGIR TEXTO