Porto Alegre, quarta-feira, 20 de janeiro de 2021.
Dia de São Sebastião (feriado na cidade do Rio de Janeiro).

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 20 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 23h32min, 20/01/2021. Atualizada em 23h35min, 20/01/2021.

Inter goleia o São Paulo por 5 a 1 e assume a liderança do Brasileirão

Yuri Alberto tem noite memorável ao marcar três gols na vitória colorada

Yuri Alberto tem noite memorável ao marcar três gols na vitória colorada


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
A noite de 20 de janeiro de 2021 entrou para a história dos confrontos entre Inter e São Paulo. O Colorado foi até o Morumbi, nesta quarta-feira, e fez 5 a 1 no tricolor paulista, decretando a maior vitória de todos os tempos entre os dois times. De quebra, a equipe comandada por Abel Braga assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, ultrapassando o próprio São Paulo. Já são sete vitórias seguidas do Colorado na competição. Agora, tudo é Grenal, já que no próximo domingo, os maiores rivais do Estado se enfrentam no Beira-Rio.
A noite de 20 de janeiro de 2021 entrou para a história dos confrontos entre Inter e São Paulo. O Colorado foi até o Morumbi, nesta quarta-feira, e fez 5 a 1 no tricolor paulista, decretando a maior vitória de todos os tempos entre os dois times. De quebra, a equipe comandada por Abel Braga assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro, ultrapassando o próprio São Paulo. Já são sete vitórias seguidas do Colorado na competição. Agora, tudo é Grenal, já que no próximo domingo, os maiores rivais do Estado se enfrentam no Beira-Rio.
A primeira etapa colorada foi quase impecável. Um time intenso, com marcação alta e sufocando o adversário o tempo todo. O poder de concentração dos jogadores era tanto que Yuri Alberto concluiu a gol com um minuto de partida, mas Tiago Volpi defendeu em dois tempos. Aos quatro, Praxedes cruzou, Dourado cabeceou e a bola sobrou para Cuesta, mas o zagueiro chutou por cima, perdendo grande chance.
Só que três minutos depois, o defensor argentino não desperdiçou. Moisés cruzou na entrada da pequena área, e Cuesta antecipou à zaga e cabeceou firme para o fundo das redes. Aos 15, Patrick roubou a bola e lançou Yuri Alberto. O camisa 11 chutou no canto, passando muito perto da trave. Mas de tanto insistir, o Colorado chegou ao segundo gol aos 23: Patrick, mais uma vez, lançou Yuri Alberto, que achou Caio Vidal se infiltrando entre a defesa. O jovem dominou e tocou na saída de Volpi para aumentar a vantagem gaúcha no Morumbi.
Desencontrado e nervoso em campo, o São Paulo achou um gol depois de uma falha de Cuesta, que deu uma rosca na bola e presenteou o adversário com um escanteio. Aos 31, Juanfran cobrou na primeira trave, Reinado desviou e a bola chegou até Luciano, que apenas tocou para o gol. O Inter não sentiu o revés e seguiu comandando as ações. Patrick e Yuri Alberto perderam boas oportunidades de ampliar, mas, em ambas, bateram para fora.
O Inter voltou com Peglow no lugar de Caio Vidal, que sentiu um desconforto muscular na coxa esquerda. A postura colorada foi de dar a bola para o adversário e explorar o contra-ataque. E o Colorado aproveitou um erro da defesa são-paulina e fez o terceiro. Aos 14, Volpi saiu jogando rápido com Luciano, que deu um tapa para Vitor Bueno. O meia tentou avançar, mas Peglow travou e a bola sobrou para Yuri Alberto, que saiu na cara do goleiro e chutou para o fundo das redes.
A partir desse lance, o Inter patrolou o antigo líder do Brasileiro. Aos 20, Edenilson lançou Peglow na intermediária de ataque e o jovem enfiou uma linda bola para Yuri Alberto. O atacante driblou Volpi e chutou olhando para o outro lado para marcar o quarto. Dois minutos depois, Yuri Alberto, rei da noite, marcou o terceiro dele e o quinto dos gaúchos: Parick lançou o artilheiro pela esquerda e ele invadiu a área e bateu rasteiro de esquerda, decretando a máxima humilhação aos paulistas.
Sem forças, o São Paulo rezava para o tempo passar, enquanto que o Inter poderia ter aumentado ainda mais a goleada.  
São Paulo 1
Tiago Volpi; Juanfran (Paulinho), Bruno Alves, Léo (Vitor Bueno) e Reinaldo; Luan, Daniel Alves, Tchê Tchê (Diego) e Gabriel Sara (Igor Gomes); Brenner e Luciano (Gonzalo Carneiro). Técnico: Fernando Diniz.
Inter 5
Marcelo Lomba; Rodinei, Lucas Ribeiro, Víctor Cuesta (Zé Gabriel) e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny), Edenilson, Patrick, Praxedes (Lindoso) e Caio Vidal (Peglow); Yuri Alberto (Leandro fernández). Técnico: Abel Braga.
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (FIFA/RJ).
Comentários CORRIGIR TEXTO