Porto Alegre, segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.
Dia do Petroquímico. Dia do Salva-Vidas.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 22h31min, 27/12/2020. Atualizada em 14h49min, 28/12/2020.

Misto quente: cheio de reservas, Grêmio se supera e vence o Atlético-GO

Churín foi decisivo nos dois gols do Tricolor neste domingo (27), em vitória que colocou o Grêmio em quinto no Brasileirão

Churín foi decisivo nos dois gols do Tricolor neste domingo (27), em vitória que colocou o Grêmio em quinto no Brasileirão


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
Igor Natusch
Com todos os pensamentos na decisão da semifinal da Copa do Brasil, quarta-feira que vem, contra o São Paulo, era até certo ponto natural que o Grêmio levasse a campo neste domingo (27) uma equipe cheia de reservas. Já distante da disputa pelo título do Brasileirão, resta ao Tricolor manter-se no encalço dos líderes, em busca de uma vaga direta na Libertadores da próxima temporada. E os reservas cumpriram as expectativas: venceu o Atlético-GO por 2 a 1 e consolidou-se na quinta posição, com 45 pontos.
Com todos os pensamentos na decisão da semifinal da Copa do Brasil, quarta-feira que vem, contra o São Paulo, era até certo ponto natural que o Grêmio levasse a campo neste domingo (27) uma equipe cheia de reservas. Já distante da disputa pelo título do Brasileirão, resta ao Tricolor manter-se no encalço dos líderes, em busca de uma vaga direta na Libertadores da próxima temporada. E os reservas cumpriram as expectativas: venceu o Atlético-GO por 2 a 1 e consolidou-se na quinta posição, com 45 pontos.
Para o torcedor, o confronto foi a oportunidade de ver jovens como o lateral-direito Vanderson e o zagueiro Ruan, que raramente aparecem entre os selecionados. A partida também marcou o retorno de Alisson, em sua primeira aparição como titular desde outubro, quando sofreu lesão nos ligamentos do joelho.
Desde os primeiros minutos, o desenho do jogo assumiu contornos um tanto óbvios: o Grêmio buscando o ataque, o visitante goiano mais resguardado e tentando aproveitar alguma bobeira do adversário desentrosado para ter a chance. Aos 18 mins, por exemplo, o goleiro Vanderlei saiu mal para interceptar um lançamento, o que por pouco não resultou em gol de Roberson - a defesa gremista conseguiu afastar antes da conclusão.
Mesmo com a longa parada, Alisson demonstrou estar atento ao jogo, e criou uma boa chance de contragolpe aos 30 mins, forçando Jean a fazer importante defesa. Dez minutos depois, Pinares achou Ferreira livre, na entrada da área, e a bola passou raspando o travessão.
O gol amadurecia, e aconteceu aos 43 mins. E serviu para marcar a boa estreia de Vanderson. O lateral surgiu na linha fundo e cruzou com perfeição para Churín. Na disputa pelo cabeceio, o último toque acabou sendo de Dudu, contra a própria meta: 1 a 0 para o Tricolor.
O Dragão tentou ser mais agressivo na volta do vestiário, adiantando a marcação e forçando de forma mais visível as jogadas pelos lados. E teve resultado aos 11 mins. Aproveitando uma confusão coletiva da defesa gremista, Wellington Rato driblou Ruan, cruzou e Gustavo Ferrareis surgiu veloz para empatar.
A resposta do Grêmio veio rápido. Aos 16, Pinares achou Churín livre dentro da área, e o centroavante não perdoou. O auxiliar marcou impedimento de Alisson, que não chega a tocar na bola, mas o árbitro de vídeo interveio e concluiu que o gol foi legal.
Os últimos minutos, curiosamente, inverteram o desenho inicial: foram de um Atlético-GO tentando ser agressivo, enquanto o Grêmio se acautelava e só ia à frente na boa, com a bola dominada. Renato Portaluppi chegou a tirar Churín de campo para colocar o zagueiro Rodrigues, estacionando a defesa na frente do gol. Não foi nada brilhante, muito menos bonito – mas foi eficiente, e o Tricolor somou três pontos importantes na conta do Brasileirão.
Grêmio 2 x 1 Atlético-GO
Vanderlei; Vanderson (Thaciano), Paulo Miranda, Ruan e Cortez; Lucas Silva (Matheus Henrique), Darlan, Pinares (Everton), Alisson e Ferreira (Pepê); Churín (Rodrigues). Técnico: Renato Portaluppi.
Jean; Dudu (Arnaldo), Éder, Gilvan (Matheus Vargas) e Nicolas; Willian Maranhão (Pereira), Chico e Marlon Freitas; Gustavo Ferrareis (Danilo), Roberson (Janderson) e Wellington Rato. Técnico: Marcelo Cabo.
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG).
Comentários CORRIGIR TEXTO