Porto Alegre, domingo, 27 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 27 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 18h16min, 27/12/2020. Atualizada em 19h18min, 27/12/2020.

Campeonato Brasileiro: Inter encerra o ano com vitória sobre o Bahia

Rodrigo Dourado marcou primeiro gol na vitória de 2 a 1 sobre o Bahia, que pode marcar despedida de Abel Braga do comando do Inter

Rodrigo Dourado marcou primeiro gol na vitória de 2 a 1 sobre o Bahia, que pode marcar despedida de Abel Braga do comando do Inter


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Igor Natusch
Era preciso vencer para não perder o contato com a ponta de cima do Campeonato Brasileiro. E o Inter cumpriu a missão: mesmo desperdiçando várias chances durante o jogo, venceu o Bahia fora de casa por 2 a 1, neste domingo (27), na última partida do Colorado no ano de 2020. O placar deixa o clube gaúcho no G-4 da competição.
Era preciso vencer para não perder o contato com a ponta de cima do Campeonato Brasileiro. E o Inter cumpriu a missão: mesmo desperdiçando várias chances durante o jogo, venceu o Bahia fora de casa por 2 a 1, neste domingo (27), na última partida do Colorado no ano de 2020. O placar deixa o clube gaúcho no G-4 da competição.
A partida pode ter marcado a despedida de Abel Braga do comando colorado. O treinador, que assumiu a equipe depois da saída de Eduardo Coudet, não é o favorito do presidente eleito, Alessandro Barcellos, para seguir na próxima temporada. Até o fechamento desta matéria, a situação em torno de Abel seguia indefinida. O jogo também foi o último de Marcelo Medeiros na presidência do Inter.
O jogo começou movimentado, com as duas equipes buscando a frente e criando situações de gol. O Inter demonstrava mais qualidade quando tinha a bola, mas não conseguia o mesmo nível na hora de defender-se; com marcação alta, mas ineficiente, o Colorado acabava deixando generosos espaços para o ataque adversário. Aos 36 mins, Ramirez lançou Rossi livre, nas costas da zaga, e Danilo Fernandes salvou.
Oscilando entre bons e maus momentos, o Inter acabou fazendo seu gol nos descontos da primeira etapa. Em cobrança de escanteio de Uendel, o capitão Rodrigo Dourado cabeceou fora do alcance de Douglas Friedrich para abrir o placar. Foi o primeiro gol do volante desde a longa parada por lesão, que o deixou cerca de um ano afastado do futebol.
E o time de Abel Braga resolveu a partida logo no começo do segundo tempo. Com menos de 5 mins, a bola bateu no braço de Gregore dentro da área, e a arbitragem marcou pênalti. Thiago Galhardo bateu forte e seco: 2 a 0. Foi seu primeiro gol depois de dez jogos de jejum.
Aturdido, o Bahia parou em campo, e o time gaúcho tomou conta do jogo. Aos 10, Douglas salvou em chute à queima-roupa de Lucas Ribeiro; três minutos depois, foi a vez de Galhardo parar nas mãos do goleiro adversário.
A vantagem era tanta que o Inter relaxou. E o Bahia, aos tropeções, reagiu. Aos 24mins, Ramirez aproveitou erro de Rodinei para, em jogada individual, vencer Danilo Fernandes e descontar. Buscando o empate, o Tricolor Baiano foi todo à frente, e o Colorado desperdiçou repetidas chances no contra-ataque, o que complicou um pouco uma vitória que, com um pouco mais de precisão, poderia ter sido mais tranquila.
Bahia 1 x 2 Internacional
Douglas Friedrich; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo (Marco Antônio), Gregore e Ramirez (Fessin); Rossi (Gabriel Novaes), Gilberto e Alesson (Clayson). Técnico: Dado Cavalcanti.
Danilo Fernandes; Rodinei, Lucas Ribeiro, Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado (Rodrigo Lindoso), Edenilson, Patrick e Praxedes (Nonato); Caio Vidal (Yuri Alberto) e Thiago Galhardo (Abel Hernández). Técnico: Abel Braga.
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR).
Comentários CORRIGIR TEXTO