Porto Alegre, quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Dia do Supermercado. Dia Internacional da Qualidade.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 12 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Copa do Brasil

- Publicada em 23h36min, 11/11/2020. Atualizada em 14h39min, 12/11/2020.

Inter perde para o América-MG na estreia de Abel Braga

Time teve uma atuação muito abaixo do que vinha mostrando nas mãos de Coudet

Time teve uma atuação muito abaixo do que vinha mostrando nas mãos de Coudet


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
A sétima passagem de Abel Braga no comando do Inter começou de forma melancólica, nesta quarta-feira (11). O time não apresentou o futebol intenso de Eduardo Coudet e acabou derrotado pelo América-MG por 1 a 0, em pleno Beira-Rio, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Para avançar na competição, o Colorado precisa ao menos de uma vitória simples para levar a decisão para os pênaltis. Vitória por dois ou mais gols de diferença classifica a equipe gaúcha.
A sétima passagem de Abel Braga no comando do Inter começou de forma melancólica, nesta quarta-feira (11). O time não apresentou o futebol intenso de Eduardo Coudet e acabou derrotado pelo América-MG por 1 a 0, em pleno Beira-Rio, no jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Para avançar na competição, o Colorado precisa ao menos de uma vitória simples para levar a decisão para os pênaltis. Vitória por dois ou mais gols de diferença classifica a equipe gaúcha.
Antes de a bola rolar, o Beira-Rio foi palco de encontros e reencontros. Além do retorno de Abel Braga ao comando colorado, Lisca, técnico do time mineiro, trabalhou como auxiliar de Abelão, além de dirigir as categorias de base e a equipe profissional em três jogos em 2016.
Com a bola rolando, os comandados de Lisca mostraram o porquê da boa campanha na Série B e a eliminação do Corinthians, nas oitavas de final. A primeira chegada mais perigosa saiu nos pés de Felipe Azevedo, aos nove minutos, mas Lomba salvou. Três minutos depois, o goleiro colorado não evitou o gol dos mineiros. Diego Ferreira foi na linha de fundo, cruzou na medida, e Rodolfo deu uma bela cabeçada no contrapé de Lomba. 1 a 0 para o Coelho.
O Inter seguia perdido em campo, cometendo faltas bobas e sem conseguir construir uma jogada ofensiva. Para piorar, aos 23, Patrick sentiu uma lesão muscular e precisou ser substituído. Sem acertar um chute ao gol, o Inter escapou de levar o segundo aos 38: Geovane avançou sozinho e tentou passar para Ademir, mas, atento, Lomba interceptou o cruzamento. Se a torcida estivesse no Beira-Rio, os jogadores receberiam uma sonora vaia após o apito do árbitro.
Mesmo com o péssimo desempenho, Abel não mudou o time para a etapa final. Mas o papo no vestiário parecia ter ligado o time em campo. Logo no primeiro minuto, Thiago Galhardo lançou Peglow e o jovem entrou na área, mas chutou por cima. A resposta mineira saiu depois de uma saída errada da defesa colorada e a bola chegou até Ademir que cabeceou para Zé Gabriel salvar em cima da linha, junto à trave.
Nem mesmo as trocas promovidas por Abelão, depois dos 20 minutos, surtiram efeito. Além de não levar perigo ao gol mineiro, os donos da casa ainda tiveram alguns sustos nos contra-ataques. Para dizer que o Inter não chegou ao ataque. Thiago Galhardo em um lance de cabeça e um chute da entrada da área assustaram Matheus Cavichioli, mas nada que provocasse o esforço do goleiro do Coelho. Final de jogo, sorrisos e comemoração de Lisca no Beira-Rio.

Escalação

Inter: Marcelo Lomba; Heitor (Nonato), Zé Gabriel, Cuesta e Uendel; Lindoso (Yuri Alberto), Edenilson, Patrick (Peglow/D’Alessandro) e Marcos Guilherme; Thiago Galhardo e Abel Hernández. Técnico: Abel Braga.
América-MG: Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Messias, Anderson Jesus e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Geovane (Calyson); Felipe Azevedo (Marcelo Toscano), Ademir (Neto Berola) e Rodolfo (Vitão). Técnico: Lisca.
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira
Comentários CORRIGIR TEXTO