Porto Alegre, quinta-feira, 05 de novembro de 2020.
Dia Nacional da Cultura, Dia do Cinema Brasileiro e Dia do Designer.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 05 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Copa do Brasil

- Publicada em 23h31min, 05/11/2020.

Grêmio repete o 1 a 0 sobre o Juventude e avança às quartas de final

Notícia triste da noite foi a saída de Maicon com muitas dores ainda na primeira etapa

Notícia triste da noite foi a saída de Maicon com muitas dores ainda na primeira etapa


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
Deivison Ávila
O Grêmio não foi brilhante, porém, foi cirúrgico. Nesta quinta-feira (5), a equipe confirmou a vantagem obtida na Arena e venceu o Juventude mais uma vez por 1 a 0. Em uma partida em que os donos da casa ensaiavam uma pressão, o time de Renato Portaluppi foi ao ataque, marcou um gol e acabou com qualquer força do time alviverde no Alfredo Jaconi. O triunfo coloca o Tricolor nas quartas de final da Copa do Brasil, mantendo o sonho do hexa vivo.
O Grêmio não foi brilhante, porém, foi cirúrgico. Nesta quinta-feira (5), a equipe confirmou a vantagem obtida na Arena e venceu o Juventude mais uma vez por 1 a 0. Em uma partida em que os donos da casa ensaiavam uma pressão, o time de Renato Portaluppi foi ao ataque, marcou um gol e acabou com qualquer força do time alviverde no Alfredo Jaconi. O triunfo coloca o Tricolor nas quartas de final da Copa do Brasil, mantendo o sonho do hexa vivo.
A primeira etapa foi bem parecida com a disputada na Arena, uma semana atrás. Os dois times foram pouco criativos. O Juventude sentiu bastante a ausência do experiente meia Renato Cajá, que testou positivo para a Covid-19. Nem mesmo o recuo de Breno para o meio-campo, tentado por Pintado, ajudou os donos da casa a criar. As poucas chances criadas foram em chutes de fora da área, com pouco perigo.
O Grêmio também sofreu com falta de qualidade no meio-campo. Para piorar, aos 38 minutos, Maicon desabou no gramado. Sentindo muitas dores e levando a mão na coxa direita, o camisa 8 deixou o gramado de maca e caminhou com dificuldades até o vestiário. Minutos depois, o Tricolor criou a melhor chance do jogo, até então: Diego Souza tocou para Matheus Henrique, mas Carné cortou. No rebote, Diego Souza chutou, mas Bareiro tirou em cima da linha.
O segundo tempo começou com o Juventude ensaiando uma pressão, já que o empate não lhe interessava. Logo aos quatro minutos, Neto recebe na área e dispara uma bomba. Vanderlei espalmou, evitando o gol. Dois minutos depois, pela direita, Igor chutou quase sem ângulo, forte, e a bola carimbou o travessão e saiu.
O Ju, que tinha 65% de posse de bola em metade da etapa final, não soube transformar os números em bola na rede. Para piorar, aos 24 minutos, o Grêmio subiu ao ataque e definiu a classificação às quartas de final. Cortez tocou para Diego Souza fazer um cruzamento na medida para Thaciano cabecear para o fundo do gol.
Aos 30, Carné salvou duas vezes a equipe da Serra. Primeiro, com Jean Pyerre, em seguida, com Diego Souza, à queima roupa. Aos 38 foi a vez de marciel entrar a dribles na área e forçar Vanderlei a operar um milagre no Alfredo Jaconi. Com o Juventude sem forças para reagir e o Grêmio satisfeito com o resultado, foi só esperar o apito final.
Na outra partida disputada na noite desta quinta-feira, em São Paulo, o Palmeiras venceu mais uma vez o Bragantino, desta vez por 1 a 0, e também avançou à próxima fase. No primeiro jogo, o Verdão já havia superado o Massa Bruta por 3 a 1.
Nesta sexta-feira, às 11h30min, na sede da CBF no Rio de Janeiro, será realizado o sorteio dos confrontos das quartas de final. Com todas as equipes no mesmo pote, participam do sorteio: São Paulo, Cuiabá, Ceará, Inter, Flamengo, América-MG, Palmeiras e Grêmio.

Escalação

 
Juventude: Marcelo Carné; Igor, Wellington, Nery Bareiro e Eltinho; João Paulo (Jonatas Belusso), Bochecha (Gabriel Bispo) e Neto; Dalberto (Marciel), Breno e Rafael Silva (Carlos Eduardo). Técnico: Pintado.
Grêmio: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Cortez; Matheus Henrique (Éverton), Maicon (Lucas Silva), Isaque (Thaciano), Ferreira (Jean Pyerre) e Pepê; Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Portaluppi.
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ).
Comentários CORRIGIR TEXTO