Porto Alegre, quinta-feira, 05 de novembro de 2020.
Dia Nacional da Cultura, Dia do Cinema Brasileiro e Dia do Designer.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 05 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Inter

- Publicada em 20h57min, 04/11/2020.

Divergência entre Coudet e Caetano esquenta vestiário do Inter

Coudet segue afirmando que grupo é 'curto' para brigar por títulos

Coudet segue afirmando que grupo é 'curto' para brigar por títulos


/RICARDO DUARTE/INTER/JC
Após a classificação às quartas de final da Copa do Brasil com a vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, na terça-feira (3), o clima entre o técnico Eduardo Coudet e o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, esquentou o vestiário. As entrevistas pós-jogo mostraram pontos divergentes entre ambos.
Após a classificação às quartas de final da Copa do Brasil com a vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-GO, na terça-feira (3), o clima entre o técnico Eduardo Coudet e o diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, esquentou o vestiário. As entrevistas pós-jogo mostraram pontos divergentes entre ambos.
O técnico argentino segue falando em grupo curto, enquanto o dirigente enaltece a qualidade dos jovens à disposição. "Quando não temos jogadores com as mesmas características, buscamos nos adaptar e ser inteligentes. Tratamos de ver quais que melhor chegam. Óbvio que quando acumula, fica muito difícil. Mas reitero, o que penso. Podem até não gostar de escutar, mas não gosto de mentir", disse Coudet.
Caetano também mostrou opinião forte, rebatendo as palavras do técnico: "Como disse o Chacho, nós aqui, por parte da diretoria que represento, também falamos a verdade, né? Se ele se refere ao elenco, limitado em número, tenho de exaltar que ele é extremamente qualificado. Atingimos, desde o ano passado, uma cobrança muito forte para o aproveitamento de jovens no Inter. Em contrapartida, somos cobrados para contratar. Vamos contratar se der e que seja alguém que, no nosso entendimento, seja realmente para elevar a qualidade", respondeu.
O que é sabido de todos é a condição financeira do clube para contratações. Enquanto Coudet reforça que o elenco é limitado para brigar por títulos no Campeonato Brasileiro, no qual é o líder após 19 rodadas, e da Copa Libertadores - encara o Boca Juniors nas oitavas -, além de avançar às quartas da Copa do Brasil, Caetano acredita na qualidade dos jovens e nos nomes que o grupo têm para seguir lutando por uma conquista até o final da temporada.
Agora, o Inter vira a chave e foca na partida contra o Coritiba, domingo (8), às 16h, no estádio Beira-Rio, pela 20ª rodada do Brasileirão. O próximo rival na Copa do Brasil será conhecido nesta sexta-feira (6), após um sorteio na sede da CBF, no Rio de Janeiro.
Comentários CORRIGIR TEXTO