Porto Alegre, terça-feira, 03 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 03 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol Argentino

- Publicada em 18h15min, 03/11/2020.

Após internação, Maradona terá de operar hematoma na cabeça

Maradona será operado em clínica em Buenos Aires por causa de um hematoma no lado esquerdo da cabeça

Maradona será operado em clínica em Buenos Aires por causa de um hematoma no lado esquerdo da cabeça


JUAN MABROMATA/afp/jc
Diego Maradona será levado para uma clínica em Olivos, em Buenos Aires, para ser operado por causa de um hematoma no lado esquerdo da cabeça. As informações foram confirmadas pelo seu médico, Leopoldo Luque, em entrevista na Argentina. Uma tomografia detectou o hematoma no ex-jogador, o que causou sangramento interno. Não está claro quando ele poderia ter sofrido a lesão que causou o problema.
Diego Maradona será levado para uma clínica em Olivos, em Buenos Aires, para ser operado por causa de um hematoma no lado esquerdo da cabeça. As informações foram confirmadas pelo seu médico, Leopoldo Luque, em entrevista na Argentina. Uma tomografia detectou o hematoma no ex-jogador, o que causou sangramento interno. Não está claro quando ele poderia ter sofrido a lesão que causou o problema.
Maradona está internado em um hospital em La Plata (a 60 km da capital) desde segunda-feira (2). Luque constatou que Diego estava excessivamente abatido e reclamava de dores no corpo, especialmente no abdômen.
Uma pessoa que trabalhou com Diego e teve contato com ele no último sábado (31), um dia após seu aniversário de 60 anos, disse que o encontrou abatido, apesar das centenas de mensagens que recebeu de personalidades esportivas. Segundo o advogado, Maradona se dizia triste por não ter conseguido reunir todos os seus filhos, afastados pela mãe.
Maradona também manifestava tristeza pela morte de seu cunhado Raúl Machuca, marido de sua irmã Kitty e de quem ele era muito próximo. Ele morreu em agosto, vítima da Covid-19.
Comentários CORRIGIR TEXTO