Porto Alegre, segunda-feira, 02 de novembro de 2020.
Dia de Finados.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 02 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 22h02min, 02/11/2020. Atualizada em 22h05min, 02/11/2020.

Grêmio melhora na etapa final e vence o Bragantino por 2 a 1

Orejuela, de boa atuação, marcou o segundo gol na vitória gremista

Orejuela, de boa atuação, marcou o segundo gol na vitória gremista


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
Deivison Ávila
O Grêmio começou o confronto com o Bragantino, nesta segunda-feira (2), com apenas cinco titulares, na Arena. O primeiro tempo foi sofrível, preguiçoso, arrastado. A segunda etapa começou com os paulistas em cima, assustando. Entretanto, o técnico Renato Portaluppi resolveu mexer e o time acordou, fazendo dois gols em três minutos. O Massa Bruta ainda descontou, mas a vitória por 2 a 1 colocou o Tricolor na oitava colocação, com 27 pontos, três do G-6. Foi a primeira sequência de duas vitórias gremistas na competição. 
O Grêmio começou o confronto com o Bragantino, nesta segunda-feira (2), com apenas cinco titulares, na Arena. O primeiro tempo foi sofrível, preguiçoso, arrastado. A segunda etapa começou com os paulistas em cima, assustando. Entretanto, o técnico Renato Portaluppi resolveu mexer e o time acordou, fazendo dois gols em três minutos. O Massa Bruta ainda descontou, mas a vitória por 2 a 1 colocou o Tricolor na oitava colocação, com 27 pontos, três do G-6. Foi a primeira sequência de duas vitórias gremistas na competição. 
A primeira etapa na Arena foi triste. Os dois times erraram bastante e quase não levaram perigo ao gol adversário. A única e melhor chance foi do Bragantino. Aos dez minutos, Claudinho fez boa jogada individual pelo meio, avançou, e arriscou de longe. Vanderlei saltou e fez grande defesa.
Para não dizer que o Grêmio não tentou chutar a gol, aos 25, Diego Souza cobrou falta com perigo, mas a bola passou por cima do travessão do gol defendido por Cleiton. Um pouco antes, aos 16, Orejuela cruzou, Diego Souza se jogou na bola e o goleiro do Bragantino botou para escanteio. As duas equipes até tentaram, mas as trocas de passes improdutivas nos dois setores criativos não ajudaram os atacantes, que nada fizeram nos 45 minutos iniciais.
A troca de Robinho por Isaque no intervalo não mudou o cenário tricolor. Tanto que nos primeiros cinco minutos, os visitantes chegaram duas vezes: Ytalo e Cuello concluíram, mas Vanderlei, atento, segurou firme. O Bragantino seguiu melhor e começou a gostar do jogo. Para piorar, Maicon sentiu algum desconforto e pediu para ser substituído. O capitão gremista não consegue fazer uma partida completa desde fevereiro.
Então, Portaluppi começou a fazer mudanças para tentar reverter a péssima atuação. Aos 22 minutos, aconteceu a estreia do argentino Diego Churín, contratado junto ao Cerro Porteño. E a entrada do novo contratado parece ter inspirado a equipe. No primeiro em lance, após cobrança de escanteio, David Braz tentou de cabeça e, no rebote, ele mesmo chutou para abrir o placar.
Três minutos depois, após boa troca de passes entre Isaque e Churín, a bola ficou viva dentro da área e o colombiano Orejuela chegou chutando forte para ampliar a vantagem. Aos 32, o Bragantino descontou: Raul cruzou rasteiro da direita e a bola chegou na medida para Jan Hurtado escorar para o gol. O Bragantino ainda tentou algo nos minutos finais, mas o Grêmio administrou o resultoado e comemorou a segunda vitória seguida no Brasileirão.

Escalação

Grêmio: Vanderlei; Orejuela, Rodrigues, David Braz e Diogo Barbosa; Maicon (Lucas Silva), Matheus Henrique, Luiz Fernando (Ferreira), Robinho (Isaque) e Pepê (Cortez); Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Portaluppi.
Bragantino: Cleiton; Aderlan (Chrigor), Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Raul; Artur (Morato), Lucas Evangelista, Claudinho e Cuello (Ricardo Ryller); Ytalo (Jan Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri.
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF).
Comentários CORRIGIR TEXTO