Porto Alegre, quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Dia do Enólogo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Libertadores da América

- Publicada em 23h48min, 22/10/2020.

Inter avança às oitavas mesmo com a derrota para a Católica

D'Alessandro marcou de pênalti, mas a equipe não conseguiu segurar a vantagem no placar

D'Alessandro marcou de pênalti, mas a equipe não conseguiu segurar a vantagem no placar


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
O Inter conseguiu avançar às oitavas de final da Libertadores da América. No entanto, a atuação e a classificação têm muito pouco a se comemorar. Nesta quinta-feira (11), o Colorado saiu na frente, mas acabou levando a virada da Universidad Católica por 2 a 1, em Santiago. O resultado deixou o time de Eduardo Coudet na segunda colocação, com oito pontos. No outro jogo do Grupo E, o Grêmio empatou em 1 a 1 com o América de Cali e terminou na liderança da chave.
O Inter conseguiu avançar às oitavas de final da Libertadores da América. No entanto, a atuação e a classificação têm muito pouco a se comemorar. Nesta quinta-feira (11), o Colorado saiu na frente, mas acabou levando a virada da Universidad Católica por 2 a 1, em Santiago. O resultado deixou o time de Eduardo Coudet na segunda colocação, com oito pontos. No outro jogo do Grupo E, o Grêmio empatou em 1 a 1 com o América de Cali e terminou na liderança da chave.
A formação repleta de suplentes indicava que o Colorado teria, ao menos, dificuldade de entrosamento. D’Alessandro, atuando em sua posição de origem, foi o responsável para distribuir o jogo. Aos 17 minutos, Yuri Alberto recuperou a bola na linha de fundo e rolou para D'Ale chutar forte. Dituro salvou os chilenos. Dois minutos depois, a Católica respondeu com Pinares acertando o travessão.
Aos 24, Pinares, que quase havia marcado, derrubou Musto dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, D’Ale abriu o marcador em Santiago. A resposta dos donos da casa foi imediata. Dois minutos depois, Musto errou, Zampedri aproveitou a sobra e chutou, a bola desviou em Cuesta e encobriu Lomba, deixando tudo igual no San Carlos de Apoquindo. Aos 31, Puch acertou uma linda bicicleta e o goleiro colorado salvou o que seria a virada dos chilenos.
O segundo tempo foi bem inferior tecnicamente. A Católica tentava se aproximar da área colorada, mas faltava qualidade no último passe do time treinado por Ariel Holan. O Colorado mudou com a entrada de Marcos Guilherme e Edenilson. Aos 13, Rodinei recebeu na direita e disparou uma bomba para Dituro fazer uma grande defesa. Aos 28, Yuri Alberto aproveitou uma lambança da defesa da Católica, roubou a bola, driblou Dituro e chutou para o gol. Uerta tirou a bola de cima da linha.
O dito popular quem não faz, leva, poderia ser, quem não faz, entrega. Aos 43, Cuesta tentou proteger a bola e caiu. Puch cruzou, Moledo cortou, e Zampedri, na insistência, deu uma bicicleta, mandanso para o fundo das redes para definir a partida.
Escalação
Universidad Católica: Dituro; Rebolledo, Lanaro, Uerta e Parot; Saavedra, Fuenzalida e Pinares; Lezacano, Puch e Zampedri. Técnico: Ariel Holan.
Inter: Marcelo Lomba; Rodinei, Moledo, Cuesta e Uendel (Matheus Jussa); Musto, Nonato (Thiago Galhardo), D'Alessandro (Praxedes) e Peglow (Marcos Guilherme); William Potker (Edenilson) e Yuri Alberto. Técnico: Eduardo Coudet.
Árbitro: Mauro Vigliano (ARG)
Comentários CORRIGIR TEXTO