Porto Alegre, domingo, 18 de outubro de 2020.
Dia do Médico.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 18 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 14h12min, 18/10/2020. Atualizada em 20h57min, 18/10/2020.

Campeonato Brasileiro: Grêmio pedirá anulação de jogo com o São Paulo

Presidente do time afirmou que arbitragem que apitou jogo contra São Paulo está sob suspeição

Presidente do time afirmou que arbitragem que apitou jogo contra São Paulo está sob suspeição


LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
O Grêmio vai pedir a anulação da partida contra o São Paulo, realizada no sábado (17), no Morumbi, que acabou em 0 a 0. O tricolor gaúcho não gostou do fato de Raí, diretor-executivo de futebol do São Paulo, ter conversado sobre a arbitragem com dirigentes da CBF. Depois da conversa, houve uma mudança nos profissionais que atuaram no jogo.
O Grêmio vai pedir a anulação da partida contra o São Paulo, realizada no sábado (17), no Morumbi, que acabou em 0 a 0. O tricolor gaúcho não gostou do fato de Raí, diretor-executivo de futebol do São Paulo, ter conversado sobre a arbitragem com dirigentes da CBF. Depois da conversa, houve uma mudança nos profissionais que atuaram no jogo.
Durante a partida, Renato Gaúcho, técnico do Grêmio, e o zagueiro Geromel reclamaram de um pênalti não marcado, em lance no início do segundo tempo.
Maicon levantou a bola na área dos são-paulinos, Geromel cabeceou para o meio e Kannemann, que se chocou com Reinaldo, mandou para fora. Geromel e Renato Gaúcho pediram pênalti, mas o árbitro Rafael Traci os ignorou e deu cartão amarelo para o zagueiro.
O Grêmio também pediu a expulsão de jogadores são-paulinos em outros três lances da partida, e questiona a ausência de checagem dos lances pelo VAR.
"Equívocos, descritérios, erros e a omissão do VAR em lances capitais da partida colocam a arbitragem brasileira sob suspeição", afirmou Romildo Bolzan Júnior, presidente do Grêmio, ao site do clube.
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO