Porto Alegre, domingo, 11 de outubro de 2020.
Dia Internacional do Combate à Obesidade.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 11 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 22h57min, 11/10/2020. Atualizada em 23h00min, 11/10/2020.

Galhardo marca de novo, Inter vence o Athletico-PR e retoma vice-liderança

Com o resultado, o Colorado manteve a vice-liderança do Brasileiro ao fim da 15ª rodada

Com o resultado, o Colorado manteve a vice-liderança do Brasileiro ao fim da 15ª rodada


Ricardo Duarte/Internacional/Divulgação/JC
Thiago Galhardo marcou de novo e o Inter venceu o Athletico-PR por 2 a 1, neste domingo (11), no Beira-Rio. Com o resultado, o Colorado manteve a vice-liderança do Brasileiro ao fim da 15ª rodada. Abel Hernández fez o outro gol gaúcho e Renato Kayser marcou pelos paranaenses.
Thiago Galhardo marcou de novo e o Inter venceu o Athletico-PR por 2 a 1, neste domingo (11), no Beira-Rio. Com o resultado, o Colorado manteve a vice-liderança do Brasileiro ao fim da 15ª rodada. Abel Hernández fez o outro gol gaúcho e Renato Kayser marcou pelos paranaenses.
O Internacional soma 28 pontos e retomou o posto que havia sido perdido com as vitórias do Flamengo sobre o Vasco e do São Paulo sobre o Palmeiras. Vice-líder, a equipe de Eduardo Coudet está dois pontos atrás do Atlético-MG. Porém, tem um jogo disputado a mais do que Fla, São Paulo e Galo. O Furacão, por sua vez, ficou com 16 pontos em 15º na classificação.
Inter e Athletico voltam a jogar na próxima quarta-feira. O Colorado encara o Sport, fora de casa. O Rubro-Negro recebe o Corinthians.
Foi Thiago Galhardo quem abriu caminho para o resultado. O atacante do Inter marcou, de cabeça, mais um gol no Brasileiro. Artilheiro da competição com 13 gols, ele novamente foi figura fundamental no Colorado.
Heitor conquistou de vez a lateral direita do Inter. Dono do posto após a lesão de Saravia, o jovem de 19 anos já havia dado uma assistência na partida passada, contra o Bragantino. E hoje deu mais duas, uma para Galhardo e outra para Abel Hernández. Após sentir um desconforto na coxa direita, foi sacado no intervalo.
Moisés perdeu uma bola na saída do Inter do setor defensivo. E exatamente pelo espaço na esquerda de defesa o Athletico criou para o gol de cabeça de Renato Kayser.
Abel Hernández não marcava há seis jogos e já recebia críticas no Inter. Eduardo Coudet, porém, resolveu apostar no uruguaio mais uma vez. E ele correspondeu. Ainda que tenha participado pouco do jogo efetivamente, foi importante na marcação da saída de bola do Athletico e marcou um gol.
O Internacional manteve seu padrão em erros e acertos. O time de Eduardo Coudet marcou a saída de bola do adversário, correu muito, obrigou o Athletico a rifar bolas, retomou às vezes no campo de ataque. Porém, também mostrou os mesmos erros na construção de jogadas. Pouco criou quando teve posse e abusou de trocas de passe entre volante e zagueiros. O ponto alto da atuação foi o aproveitamento de escanteios. Os dois gols marcados no primeiro tempo nasceram desta forma. O primeiro em jogada ensaiada, o segundo em rebote e lançamento para área.
O Athletico baseou sua criação ofensiva na velocidade. Pelos lados do campo, construiu através de passes e deslocamentos, ameaçando a meta de Marcelo Lomba desde o início. Da mesma forma que o Inter, o time visitante adiantou suas linhas e evitou uma saída de bola "limpa" do rival. Porém, não conseguiu conter escanteios e deixou espaço em alguns contra-ataques. No segundo tempo, o time visitante pressionou muito, mas parou na trave e em Marcelo Lomba, que fez uma defesa impressionante no fim da partida.
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO