Porto Alegre, quinta-feira, 08 de outubro de 2020.
Dia do Nordestino e dia Nacional do Combate a Cartéis.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 08 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 22h52min, 08/10/2020. Atualizada em 22h56min, 08/10/2020.

Galhardo marca duas vezes e Inter vence o Bragantino

Galhardo usou a cabeça duas vezes na vitória colorada em Bragança Paulista

Galhardo usou a cabeça duas vezes na vitória colorada em Bragança Paulista


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Deivison Ávila
O início da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro já havia sido favorável para o Inter. E, nesta quinta-feira (8), o Colorado aproveitou a fragilidade do Red Bull Bragantino e venceu por 2 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O triunfo, após quatro jogos sem vencer, devolveu a equipe à vice-liderança da competição, diminuindo a vantagem do líder Atlético-MG para apenas dois pontos. No próximo domingo, às 20h30min, o Colorado recebe o Athetico-PR, no Beira-Rio.
O início da 14ª rodada do Campeonato Brasileiro já havia sido favorável para o Inter. E, nesta quinta-feira (8), o Colorado aproveitou a fragilidade do Red Bull Bragantino e venceu por 2 a 0, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista. O triunfo, após quatro jogos sem vencer, devolveu a equipe à vice-liderança da competição, diminuindo a vantagem do líder Atlético-MG para apenas dois pontos. No próximo domingo, às 20h30min, o Colorado recebe o Athetico-PR, no Beira-Rio.
Antes de a bola rolar, o técnico Eduardo Coudet surpreendeu com a escalação do questionado William Pottker no ataque. No setor defensivo, a novidade foi o retorno de Zé Gabriel na vaga de Moledo. A partida começou bem equilibrada e o Colorado contou com o seu goleador para pular na frente do marcador. Aos 16 minutos, Heitor fez um ótimo cruzamento da direita e encontrou Thiago Galhardo que cabeceou para o fundo das redes. Foi o 11º gol do artilheiro da competição.
O time de Coudet aproveitou a fragilidade da defesa do Braga e chegou com facilidade ao segundo gol. Aos 24, em lance bem parecido com o primeiro gol, Edenilson apareceu na direita e cruzou para o meio da área onde estava Galhardo. O camisa 17 nem precisou subir para usar a cabeça e ampliar a vantagem colorada. Sem ser ameaçado, os visitantes controlaram o restante da primeira etapa.
O segundo tempo começou com mais posse de bola do Bragantino e, consequentemente, os donos da casa permaneceram mais tempo no campo de ataque. Porém, pouco ameaçaram o gol de Marcelo Lomba. O rendimento colorado caiu bastante. Coudet colocou D’Alessandro para prender mais a bola no meio-campo e Moledo para proteger ainda mais a defesa.
Pobre tecnicamente, o Inter assou a trocar passes, mas não criou nenhuma chance para aumentar a vantagem construída no primeiro tempo. Aos 29 minutos, Thonny Anderson, que havia entrado a pouco, deu um carrinho por trás em Edenilson e acabou expulso. Com a bola nos pés, foi só esperar o apito final do árbitro.

Escalação

Bragantino: Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Ligger e Edimar; Ricardo Ryller (Uillian Correia), Claudinho (Thonny Anderson) e Raul; Artur (Leandrinho), Alerrandro (Ytalo) e Tubarão (Luis Phelipe). Técnico: Maurício Barbieiri.
Inter: Marcelo Lomba; Heitor, Zé Gabriel, Cuesta e Uendel; Lindoso, Edenilson, Boschilia (Marcos Guilherme) e Patrick (Rodrigo Moledo); Thiago Galhardo (D’Alessandro) e William Pottker (Abel Hernández). Técnico: Eduardo Coudet.
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG).
Comentários CORRIGIR TEXTO