Porto Alegre, quinta-feira, 10 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 10 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 21h17min, 10/09/2020. Atualizada em 21h43min, 10/09/2020.

Grêmio vence o Bahia por 2 a 0 e se recupera no Brasileirão

Darlan chegou na área no segundo tempo para ampliar o placar do jogo

Darlan chegou na área no segundo tempo para ampliar o placar do jogo


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
Juliano Tatsch
Com uma equipe repleta de desfalques, a missão do técnico Renato Portaluppi na noite desta quinta-feira (10), era inglória. Reverter a má fase do time, fora de casa, e trazer para Porto Alegre três pontos fundamentais para dar início a uma retomada no Campeonato Brasileiro. Em partida válida pela 9ª rodada da competição, o Grêmio venceu o Bahia por 2 a 0 e deu um salto na tabela de classificação, indo para a 10ª posição, com 11 pontos.
Com uma equipe repleta de desfalques, a missão do técnico Renato Portaluppi na noite desta quinta-feira (10), era inglória. Reverter a má fase do time, fora de casa, e trazer para Porto Alegre três pontos fundamentais para dar início a uma retomada no Campeonato Brasileiro. Em partida válida pela 9ª rodada da competição, o Grêmio venceu o Bahia por 2 a 0 e deu um salto na tabela de classificação, indo para a 10ª posição, com 11 pontos.
O confronto no estádio de Pituaçu começou muito ruim para o tricolor gaúcho. Com domínio das ações, o Bahia atacava com força pelas laterais de campo, principalmente pela esquerda defensiva gremista, onde David Braz, Cortez e Everton batiam cabeça e eram superados com certa facilidade pelo ataque nordestino.
Logo a 1 minuto de jogo, o centroavante Gilberto recebeu pela direita da área gremista, livre de marcação, e soltou a bomba. Vanderlei fez boa defesa para evitar o gol. Com marcação frouxa, o Grêmio permitia que os donos da casa trocassem passes dentro da sua área, fustigando o gol gaúcho com frequência.
A primeira chance gremista foi aos 15 minutos. Meio na sorte, após cobrança de falta ensaiada mal-feita, a bola sobrou no meio da área para David Braz. O zagueiro bateu, e o goleiro Mateus Claus mandou para escanteio.
A resposta baiana veio cinco minutos depois, com Rodriguinho chutando rasteiro pela direita da área e exigindo boa defesa de Vanderlei, que se esticou todo para evitar o gol. Aos 21, mais uma chance do Bahia: Gilberto perdeu de cabeça, sem goleiro, depois de receber escorada de Juninho.
O cenário da primeira etapa mudou aos 24 minutos. Depois de cobrança de lateral pela esquerda da área dos donos da casa, Diego Souza dividiu de cabeça e a bola sobrou para Alisson bater no canto direito do goleiro e abrir o placar. Depois do gol, o Grêmio se assentou em campo e controlou as ações, perdendo, inclusive, chances de ampliar o marcador.
O Grêmio foi rápido na etapa final para ampliar o placar. Aos 8 minutos, após boa trama do ataque, Everton achou Darlan pela esquerda da área. O volante chutou forte para fazer o 2 a 0 para os gaúchos
O segundo tempo mudou aos 18 minutos, com a expulsão de Matheus Henrique, após receber o segundo cartão amarelo. Com um a mais, o Bahia apressou o jogo, tentando se aproveitar da situação, mas o Grêmio conseguiu controlar o ímpeto desorganizado do adversário, inclusive criando duas oportunidades com Luiz Fernando, que entrou no lugar de Diego Souza.
Aos 32, o volante Gregore foi expulso direto após entrar por cima em Orejuela. Assim, com o equilíbrio no número de jogadores, o time de Renato tratou de controlar o jogo para garantir os 3 pontos e, quem sabe, dar início a um novo momento do time da temporada.
FICHA TÉCNICA
Bahia 0
Mateus Claus; Nino Paraíba (Jadson), Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Edson (Rossi), Gregore, Daniel (Clayson) e Rodriguinho (Marco Antônio); Elber e Gilberto (Edson). Técnico: Cláudio Prates (interino)
Grêmio 2
Vanderlei; Orejuela, Paulo Miranda, David Braz e Cortez; Darlan (Rodrigues), Matheus Henrique, Alisson (Guilherme Azevedo), Isaque (Rildo) e Everton (Lucas Silva); Diego Souza (Luiz Fernando). Técnico: Renato Portaluppi.
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR)
Comentários CORRIGIR TEXTO