Porto Alegre, quarta-feira, 09 de setembro de 2020.
Dia do Administrador e do Médico Veterinário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 09 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol Espanhol

- Publicada em 12h02min, 09/09/2020. Atualizada em 22h13min, 09/09/2020.

Após polêmica sobre saída, Messi treina pela 1ª vez com o grupo no Barcelona

Messi se apresentou ao lado de Coutinho depois do segundo teste PCR de ambos dar negativo

Messi se apresentou ao lado de Coutinho depois do segundo teste PCR de ambos dar negativo


MLADEN ANTONOV/AFP/JC
Dois dias depois de voltar a treinar no Barcelona após a decisão de permanecer no clube por mais uma temporada, o craque argentino Lionel Messi fez nesta quarta-feira (9) a sua primeira atividade em campo com o restante do grupo e com o técnico holandês Ronald Koeman, contratado no mês passado para o lugar de Quique Setién. Ele se apresentou ao lado do atacante brasileiro Philippe Coutinho depois do segundo teste PCR de ambos dar negativo para a Covid-19.
Dois dias depois de voltar a treinar no Barcelona após a decisão de permanecer no clube por mais uma temporada, o craque argentino Lionel Messi fez nesta quarta-feira (9) a sua primeira atividade em campo com o restante do grupo e com o técnico holandês Ronald Koeman, contratado no mês passado para o lugar de Quique Setién. Ele se apresentou ao lado do atacante brasileiro Philippe Coutinho depois do segundo teste PCR de ambos dar negativo para a Covid-19.
Antes de se reunir com seus companheiros de time em campo, Messi trabalhou sozinho na última segunda-feira (7) no CT do clube e fez o primeiro teste PCR. Na terça, antes de submeter-se ao segundo teste para detecção do novo coronavírus, voltou a exercitar-se sem a presença de outro jogador.
Messi estava afastado do grupo do Barcelona desde 14 de agosto, dia da goleada sofrida para o Bayern de Munique por 8 a 2, em Lisboa, pelas quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Aquele resultado foi a gota d'água na relação entre o argentino e a direção, que vinha se desgastando ao longo das últimas temporadas. Tanto que, no último dia 25, ele fez um pedido oficial para deixar o clube nesta janela de transferência.
Desde então uma crise tomou conta do ambiente do Barcelona e muitas reviravoltas aconteceram até que Messi se pronunciasse na última sexta-feira (4) para assegurar que ficaria no clube até o final da temporada 2020/2021, quando acabará o seu contrato.
Nesta quarta-feira, Messi e Coutinho tiverem a companhia dos espanhóis Ansu Fati e Sergio Busquets e do holandês Frenkie de Jong, que retornaram de compromissos com suas seleções pela Liga das Nações da Uefa, além do uruguaio Luís Suárez e do chileno Arturo Vidal, cujas saídas estão sendo encaminhadas, já que não fazem parte dos planos de Koeman.
Outra boa notícia para torcida do Barcelona nesta quarta-feira foi a alta médica do zagueiro francês Umtiti, que está curado da Covid-19 que contraiu em meados de agosto.
O Barcelona iniciará oficialmente a temporada apenas no próximo dia 27 contra o Villarreal, já pela terceira rodada do Campeonato Espanhol. O time catalão teve a estreia na competição adiada para cumprir o período legal de férias dos jogadores. Antes, o elenco encara dois amistosos que servem como preparação contra o Gimnàstic e o Girona neste sábado e na próxima quarta-feira, respectivamente. É provável que Messi esteja em campo nestas atividades.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO