Porto Alegre, domingo, 30 de agosto de 2020.
Dia da Conscientização sobre a Esclerose Múltipla.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 30 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CAMPEONATO GAÚCHO

- Publicada em 18h07min, 30/08/2020. Atualizada em 18h40min, 30/08/2020.

Mesmo perdendo de virada para o Caxias, Grêmio é tricampeão gaúcho

Diego Souza (centro) marcou o gol que, no placar agregado, acabou garantindo ao Tricolor seu 39º Gauchão

Diego Souza (centro) marcou o gol que, no placar agregado, acabou garantindo ao Tricolor seu 39º Gauchão


Lucas Uebel/Grêmio FBPA/Divulgação/JC
Igor Natusch
Quem achava que ia ser fácil para o Grêmio, se enganou. Mais uma vez, o Tricolor se desconcentrou ao conquistar uma vantagem inicial, e chegou a sofrer a virada do Caxias em plena Arena. A derrota de 2 a 1, neste domingo (30), ficou bem aquém do esperado, mas foi suficiente: com o agregado de 3 a 2, o Grêmio sagrou-se campeão gaúcho e garantiu seu 39º título na competição. O time de Rafael Lacerda volta para casa com o gostinho de ter carimbado a faixa do poderoso adversário, mas a taça acabou mesmo ficando na Arena.
Quem achava que ia ser fácil para o Grêmio, se enganou. Mais uma vez, o Tricolor se desconcentrou ao conquistar uma vantagem inicial, e chegou a sofrer a virada do Caxias em plena Arena. A derrota de 2 a 1, neste domingo (30), ficou bem aquém do esperado, mas foi suficiente: com o agregado de 3 a 2, o Grêmio sagrou-se campeão gaúcho e garantiu seu 39º título na competição. O time de Rafael Lacerda volta para casa com o gostinho de ter carimbado a faixa do poderoso adversário, mas a taça acabou mesmo ficando na Arena.
O resultado marca o primeiro tricampeonato gremista no Gauchão desde 1987. A taça traz também uma conquista importante para Portaluppi: ele é o primeiro treinador a ganhar três regionais consecutivos desde Rubens Minelli, que obteve a façanha com o Inter entre 1974 e 1976. No Grêmio, apenas o lendário Osvaldo Rolla, o Foguinho, conseguiu marca semelhante, na segunda metade dos anos 1950.
A escalação gremista trouxe algumas surpresas. Pepê sentiu no teste antes do jogo e foi vetado. Por outro lado, Diego Souza foi para o jogo, depois de semanas afastado por lesão muscular. E a volta do centroavante se justificou cedo. Aos 15 minutos, Victor Ferraz alçou na área, Éverton chutou cruzado na trave e, no rebote, Diego Souza não perdoou: 1 a 0.
Parecia tudo decidido, mas o Caxias não se abalou. Embora sem uma pressão sistemática, o time grená se fazia presente na frente, e acabou recompensado aos 42 minutos: boa jogada de Ivan pelo lado, cruzamento na área e cabeceio firme de Laércio para empatar.
No começo do segundo tempo, o Caxias virou: aos 10, Bruninho chutou cruzado, a bola desviou em Kannemann e entrou. Era a sombra de apagões anteriores, voltando a pairar sobre a equipe gremista. Furioso, Renato Portaluppi trocou peças, enquanto despejava palavrões na beira do gramado. Enquanto isso, os visitantes dominavam o meio-campo, e ganhavam confiança a cada jogada.
Os últimos minutos foram um suplício para a torcida tricolor, assistindo pela televisão um Grêmio irreconhecível, se fechando para não levar o gol que conduziria tudo para os pênaltis. Mesmo sem fôlego, o corajoso grená insistiu até o último lance, e deixou o gramado de cabeça erguida. O apito final trouxe uma comemoração quase constrangida, sem torcida, bem diferente da tradicional explosão da conquista. Ainda assim, o que vai para a história é o título, e o Grêmio é novamente campeão gaúcho.
FICHA TÉCNICA
GRÊMIO (1)
Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Kannemann e Cortez; Darlan (Maicon), Lucas Silva (Thiago Neves), Alisson, Jean Pyerre (Luiz Fernando) e Éverton (Isaque); Diego Souza (David Braz). Técnico: Renato Portaluppi.
CAXIAS (2)
Marcelo Pitol; Ivan, Laércio, Thiago Sales e Bruno Ré; Juliano, Carlos Alberto (Yuri), Marabá (Bruninho), Diogo Oliveira e Claudinho; Marcelo Campanholo (Vinícius Baiano). Técnico: Rafael Lacerda.
Árbitro: Anderson Daronco.
Comentários CORRIGIR TEXTO