Porto Alegre, segunda-feira, 22 de junho de 2020.
Dia do Aeroviário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 22 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

tênis

Alterada em 22/06 às 08h29min

Após Dimitrov, tenista croata Borna Coric também testa positivo para Covid-19

O tenista croata Borna Coric revelou nesta segunda-feira ter testado positivo para o novo coronavírus, um dia depois de o búlgaro Grigor Dimitrov, com quem tinha jogado, ter comunicado que estava infectado com a Covid-19. "Quero comunicar que testei positivo à Covid-19. Quero pedir a todos que estiveram em contato comigo nos últimos dias que façam o teste. Estou verdadeiramente desolado pelo mal que possa ter feito", escreveu o atual número 33 do ranking da ATP nas suas redes sociais.
O tenista croata Borna Coric revelou nesta segunda-feira ter testado positivo para o novo coronavírus, um dia depois de o búlgaro Grigor Dimitrov, com quem tinha jogado, ter comunicado que estava infectado com a Covid-19. "Quero comunicar que testei positivo à Covid-19. Quero pedir a todos que estiveram em contato comigo nos últimos dias que façam o teste. Estou verdadeiramente desolado pelo mal que possa ter feito", escreveu o atual número 33 do ranking da ATP nas suas redes sociais.
"Estou me sentindo bem e não tenho nenhum sintoma. Por favor, fiquem seguros e saudáveis! Muito amor para todos!", completou Coric, em uma mensagem no Twitter parecida com a divulgada por Dimitrov no domingo.
O anúncio do croata surge um dia depois de Dimitrov também o ter feito, no domingo, já depois de abandonar o Adria Tour, torneio de exibição na região dos Bálcãs, organizado pelo sérvio Novak Djokovic, líder do ranking mundial, no qual tinha perdido, precisamente, frente a Coric no sábado.
A final do evento, que deveria ter acontecido no domingo, em Zadar, na Croácia, foi cancelada devido ao caso positivo de Dimitrov, número 19 do mundo. O búlgaro de 29 anos esteve nas duas primeiras etapas do Adria Tour, tendo participado de muitos eventos fora das quadras, como jogos de futebol e de basquete com outros tenistas, incluindo Djokovic, ou em festas em casas noturnas.
Também nesta segunda-feira, a imprensa sérvia adiantou, citando a organização da prova, que Djokovic "decidiu não ser testado na Croácia, por não ter quaisquer sintomas", e que irá regressar à Sérvia e "consultar o seu médico para seguir os procedimentos que acharem melhor".
No entanto, Marko Paniki, preparador físico de Djokovic, e Kristijan Groh, treinador de Dimitrov, também acusaram positivo juntamente com Coric e o tenista búlgaro.
O tenista australiano Nick Kyrgios rebateu o post de Coric sobre o resultado, criticou o retorno antecipado às quadras e chamou a atenção sobre o vírus. "Decisão de cabeça oca essa de prosseguir com a 'exibição' dos nossos companheiros de rápida recuperação, mas é isso que acontece quando você desconsidera todos os protocolos. Isto não é uma piada", escreveu.
Comentários