Porto Alegre, quinta-feira, 07 de maio de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 07 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

futebol

Alterada em 07/05 às 10h19min

Gremistas e Colorados criticam retomada de atividades em meio à pandemia

Enquanto o Grêmio volta aos treinos nesta quinta-feira, Inter já realizou trabalhos com bola

Enquanto o Grêmio volta aos treinos nesta quinta-feira, Inter já realizou trabalhos com bola


Lucas Uebel/ Ricardo Duarte/Divulgação/ JC
Lourenço Marchesan
O retorno da dupla Grenal aos treinamentos, em meio à pandemia do novo coronavírus, causou a revolta de torcedores gremistas e colorados nas redes sociais. Liberados para voltar a treinar desde terça-feira (5), quando o prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan Jr. (PSDB) liberou as atividades de profissionais em clubes sociais da Capital, Grêmio e Inter têm sido alvo de manifestações contrárias de seus torcedores.
O retorno da dupla Grenal aos treinamentos, em meio à pandemia do novo coronavírus, causou a revolta de torcedores gremistas e colorados nas redes sociais. Liberados para voltar a treinar desde terça-feira (5), quando o prefeito de Porto Alegre Nelson Marchezan Jr. (PSDB) liberou as atividades de profissionais em clubes sociais da Capital, Grêmio e Inter têm sido alvo de manifestações contrárias de seus torcedores.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
"O único pioneirismo que o Inter tá mostrando é de ser um time que não se importa com a pandemia. Tão treinando para quê?", escreveu uma torcedora nos comentários de uma das postagens do Inter no Twitter:
— Sport Club Internacional (@SCInternacional) May 6, 2020
No perfil do Grêmio, um torcedor disse esperar que "os vices de futebol e o presidente estejam a par" da insatisfação da torcida gremista. No Instagram, palavras "vergonha", "irresponsabilidade" e "Lamentável" eram vistos no perfil oficial de ambos os times.
— Grêmio FBPA (de ) (@Gremio) May 6, 2020
Houve também manifestação de quem não discordasse da retomada gradual dos clubes, mas desejando "cuidado" aos profissionais.
Apesar repúdio de parte das torcidas, os clubes estão adotando os protocolos de prevenção à Covid-19 exigidos pelo decreto. Na reapresentação da comissão técnica e do elenco colorado, que ocorreu de forma individualizada na segunda-feira (4), os jogadores passaram por aferição de febre e receberam kits higienizados de material esportivo.
No mesmo dia, o Grêmio realizou um processo de descontaminação química em todos os setores do CT Luiz Carvalho, e, na terça, parte do elenco gremista já foi ao CT, passando pelos cuidados necessários ao retorno. Nesta quinta-feira (7), o Grêmio retoma os treinamentos sem a presença do técnico Renato Portaluppi.
Ontem, no segundo dia de treinamentos e de atividades com bola, o Inter anunciou a demissão de mais de 40 funcionários devido à crise. Os desligamentos causaram nova onda de descontamento nas redes. No Twitter, torcedores criticaram a manutenção dos altos salários do elenco. "É uma vergonha demitir funcionários e manter salários estratosféricos de jogadores. Vergonha!", escreveu um torcedor.
Comentários