Porto Alegre, sexta-feira, 13 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Inter

13/03/2020 - 21h24min. Alterada em 13/03 às 21h24min

D'Alessandro pede desculpas e diz estar com vergonha pela briga no Grenal

'Temos que ser exemplos. Nada justifica o que aconteceu', declarou o argentino

'Temos que ser exemplos. Nada justifica o que aconteceu', declarou o argentino


JONATHAN HECKLER/JC
O argentino Andrés D'Alessandro pediu desculpas e disse estar com vergonha pela briga generalizada no Grenal de quinta-feira (12) à noite pela Copa Libertadores, na Arena do Grêmio, que terminou empatado sem gols.
O argentino Andrés D'Alessandro pediu desculpas e disse estar com vergonha pela briga generalizada no Grenal de quinta-feira (12) à noite pela Copa Libertadores, na Arena do Grêmio, que terminou empatado sem gols.
"Venho pedir desculpas ao torcedor. Temos que ser exemplos e ontem (quinta) não demos exemplo. Nada justifica o que aconteceu. Tenho um histórico de mais de 30 Grenais e, nos que eu estive, nenhum terminou dessa maneira", disse o experiente jogador, de 38 anos, em entrevista coletiva, nesta sexta-feira.
"A rivalidade é muito grande. Desse lado e do outro também, acredito que todos estão envergonhados. O jogo foi muito bom. Era pela competição mais importante do continente. Passamos uma imagem que não é a nossa e do povo gaúcho, mas infelizmente aconteceu. Que não volte a se repetir", afirmou o meia, que brigou bastante, mas não recebeu o cartão vermelho, aplicado pela arbitragem a quatro jogadores de cada equipe. "A maioria das mensagens que me mandaram foi: 'Pô, tu não foi expulso. Tem alguma coisa errada'", revelou o jogador colorado.
Para D'Alessandro, o Inter foi mais prejudicado com a confusão, pois estava melhor na disputa. "O prejuízo foi maior para nós, porque o time estava encaixado e jogando melhor do que o adversário. Em um contexto, merecíamos a vitória. O empate fora de casa não é ruim, mas pelo que jogamos, merecíamos algo melhor."
O elenco do Internacional retornou aos treinos, nesta sexta-feira, no Centro de Treinamentos do Parque Gigante. A preocupação agora é o Campeonato Gaúcho, cujo próximo compromisso será o duelo com o São José, domingo, às 19 horas, no Estádio Francisco Novelleto, que estará com os portões fechados por causa da pandemia de coronavírus.
Os atletas que participaram do Grenal só fizeram corridas leves em volta do gramado. O técnico Eduardo Coudet acompanhou a movimentação, junto do coordenador de performance Elio Carravetta.
No segundo turno do Campeonato Gaúcho, o Internacional lidera o Grupo A, com quatro pontos, contra três do Novo Hamburgo. O São José, com seis pontos, só perde o primeiro lugar do Grupo B para o Grêmio no saldo de gols (4 a 2).