Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 29 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

29/01/2020 - 18h41min. Alterada em 29/01 às 18h41min

Penta pela seleção em 2002, zagueiro Lúcio anuncia aposentadoria aos 41 anos

Jogador ganhou destaque após passagem pelo Inter em 1998

Jogador ganhou destaque após passagem pelo Inter em 1998


JOÃO MATTOS/ARQUIVO/JC
Pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002, o zagueiro Lúcio anunciou nesta quarta-feira (29) a sua aposentadoria do futebol. Com passagens de sucesso por grandes clubes da Europa e do País, inclusive o Inter, o zagueiro atuou em 2018 e 2019 pelo Brasiliense e está com 41 anos.
Pentacampeão mundial com a seleção brasileira em 2002, o zagueiro Lúcio anunciou nesta quarta-feira (29) a sua aposentadoria do futebol. Com passagens de sucesso por grandes clubes da Europa e do País, inclusive o Inter, o zagueiro atuou em 2018 e 2019 pelo Brasiliense e está com 41 anos.
"O dia de hoje é um dia especial para mim. Hoje encerro minha carreira como atleta profissional de futebol. Com muito orgulho, muita gratidão a Deus, ao Brasil, ao Rio Grande do Sul, à minha família, a todos que direta ou indiretamente me apoiaram durante esse tempo", afirmou o zagueiro em entrevista à RBS TV.
Lúcio iniciou a sua carreira no futebol do Distrito Federal, tendo atuado por Guará e Gama. Mas foi se tornar conhecido dentro do Brasil ao chegar ao Inter em 1998. Depois, então, defendeu Bayer Leverkusen e Bayern de Munique na Alemanha, atuando na sequência na Itália, por Inter de Milão e Juventus.
Sua volta ao Brasil, em 2013, foi para o futebol paulista, onde defendeu São Paulo e Palmeiras, antes de se aventurar na Índia, pelo FC Goa. Em 2018, retornou ao Distrito Federal para defender o Gama, logo se transferindo ao Brasiliense.
Por todos esses times, teve um currículo invejável de conquistas. Venceu três vezes o Campeonato Alemão pelo Bayern, faturou uma Liga dos Campeões pela Inter de Milão e também um título italiano. Na seleção, além da Copa do Mundo de 2002, fez parte do grupo que faturou a Copa das Confederações em 2005 e 2009. Também foi convocado para as edições de 2006 e 2010 da Copa do Mundo.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia