Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Gaúcho

Edição impressa de 22/01/2020. Alterada em 22/01 às 03h00min

Grêmio com titulares na arrancada do Gauchão

Renato falou de temas polêmicos em sua primeira coletiva no ano

Renato falou de temas polêmicos em sua primeira coletiva no ano


/LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
Chegou a hora ver as novas caras do Grêmio em campo. Hoje, às 20h, o time comandado por Renato Portaluppi enfrenta o Caxias, na Arena, na estreia no Campeonato Gaúcho. De acordo com o técnico, a equipe que enfrentará o time da Serra terá os principais jogadores, com exceção de Geromel, que seguirá realizando trabalhos físicos específicos.
Chegou a hora ver as novas caras do Grêmio em campo. Hoje, às 20h, o time comandado por Renato Portaluppi enfrenta o Caxias, na Arena, na estreia no Campeonato Gaúcho. De acordo com o técnico, a equipe que enfrentará o time da Serra terá os principais jogadores, com exceção de Geromel, que seguirá realizando trabalhos físicos específicos.
O Tricolor poderá ter algumas estreias, já que os nomes do lateral-direito Victor Ferraz e do volante Lucas Silva foram publicados no BID. Dessa forma, uma provável escalação pode apresentar Paulo Victor; Victor Ferraz, David Braz, Kannemann e Cortez; Lucas Silva, Maicon, Alisson, Thaciano e Everton; Luciano.
Como já era imaginado, a primeira entrevista de Renato seria forte, abordando os temas mais quentes neste início de temporada. Ele começou falando sobre a polêmica entrevista dada por Kannemann, reclamando dos sete profissionais demitidos pelo clube. "Qual é a empresa que não demite gente? É uma coisa normal. Na empresa de vocês também acontece. E não é por isso que os chefes vem a público explicar o porquê", disparou.
Em seguida, negou qualquer possibilidade de atrito entre atletas e direção. "Enquanto eu estiver aqui no Grêmio não vai ter crise. Tem um presidente que me apoia em tudo. Crise é uma palavra que tenho que procurar no dicionário. Aonde vocês estão vendo crise no Grêmio? Não podem querer achar minhoca no asfalto", disse.
Sobre Diego Tardelli, Renato falou que foi um dos principais entusiastas em sua contratação. "Vocês sabem que fui o primeiro a fazer barulho para trazê-lo. No momento da contratação, ninguém contestou. Infelizmente ele não conseguiu render aqui o que rendeu em outros clubes", resumiu.
A polêmica envolvendo a lesão muscular de Jean Pyerre, que está afastado há quatro meses, também foi assunto. "Eu vou ter uma conversa reservada com ele. Ele sabe o quanto é importante, sabe o quanto lutei para ter ele aqui em cima. A gente quer ajudar o Jean. Ele Jean também precisa nos ajudar", indicou.
A terça-feira também foi de reforço pelos lados tricolores. O clube finalmente anunciou a contratação do lateral-esquerdo Caio Henrique, que jogou no ano passado pelo Fluminense. Após uma longa negociação, o Tricolor confirmou que o jogador de 22 anos chega por empréstimo junto ao Atlético de Madrid, dono de seus direitos econômicos, até o final da temporada de 2020. Ele se apresentará após o encerramento da campanha da seleção brasileira sub-23 no Pré-Olímpico da Colômbia.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia