Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 02 de dezembro de 2019.
Dia Nacional do Astrônomo. Dia do Samba. Dia Pan-Americano da Saúde.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

02/12/2019 - 17h53min. Alterada em 02/12 às 20h44min

Messi vence bola de ouro e Alisson, prêmio de melhor goleiro do mundo

Lionel Messi, camisa 10 do Barcelona, venceu seu sexto prêmio da revista francesa France Football

Lionel Messi, camisa 10 do Barcelona, venceu seu sexto prêmio da revista francesa France Football


FRANCK FIFE/AFP/JC
A dupla Cristiano Ronaldo e Lionel Messi voltou a deter a Bola de Ouro, organizado pela revista francesa France Football, de melhor jogador da temporada após o argentino vencer a edição de 2019 do prêmio. O brasileiro Alisson ficou com Troféu Yashin, o de melhor goleiro.
A dupla Cristiano Ronaldo e Lionel Messi voltou a deter a Bola de Ouro, organizado pela revista francesa France Football, de melhor jogador da temporada após o argentino vencer a edição de 2019 do prêmio. O brasileiro Alisson ficou com Troféu Yashin, o de melhor goleiro.
Em 2018, Luka Modric quebrou o domínio de uma década de prêmios alternados entre Messi e Cristiano.
O camisa 10 do Barcelona venceu seu sexto prêmio da revista francesa. Ele também ganhou, nesta temporada, o prêmio de melhor do mundo da Fifa.
Já Alisson recebeu seu terceiro prêmio individual após a conquista da Champions League com o Liverpool. Ele também ficou com o posto de melhor da posição pela Fifa e também pela Uefa, que premia apenas jogadores que atuam na Europa.
O goleiro brasileiro foi sétimo colocado do ranking geral de jogadores e, entre os arqueiros, superou o alemão Ter Stegen (do Barcelona, em segundo lugar) e o compatriota Ederson (do Manchester City, em terceiro).
Entre as mulheres, Marta concorreu à Bola de Ouro, que acabou nas mãos de Megan Rapinoe, dos Estados Unidos. Rapinoe é uma das estrelas da seleção que venceu a Copa do Mundo de 2019, na França. Militante ativa, a atacante também é conhecida por sua luta pela igualdade de gênero no esporte.
O Troféu Kopa, dado à revelação da temporada, ficou com Matthijsde Ligt, defensor que, com 19 anos, foi capitão da jovem equipe do Ajax que chegou às semifinais da Champions League e por pouco não se classificou para a final.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia