Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 28 de novembro de 2019.
Feriado nos EUA - Dia de Ação de Graças.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

27/11/2019 - 22h13min. Alterada em 27/11 às 22h44min

Atrapalhado, Inter perde para o Goiás

Guerrero marcou o gol do Inter na derrota no Beira-Rio

Guerrero marcou o gol do Inter na derrota no Beira-Rio


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Deivison Ávila
Um pouco de 2016 em 2019. O torcedor que foi até o Beira-Rio na noite de ontem, assistiu um time desorganizado, nervoso e repleto de falhas, assim como aquele rebaixado. O Goiás aproveitou a bagunça tática do time de Zé Ricardo e venceu por 2 a 1, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota deixa o Colorado com 51 pontos e complica de vez a possibilidade de disputa da Libertadores em 2020.
Um pouco de 2016 em 2019. O torcedor que foi até o Beira-Rio na noite de ontem, assistiu um time desorganizado, nervoso e repleto de falhas, assim como aquele rebaixado. O Goiás aproveitou a bagunça tática do time de Zé Ricardo e venceu por 2 a 1, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota deixa o Colorado com 51 pontos e complica de vez a possibilidade de disputa da Libertadores em 2020.
O Colorado começou marcando em cima e, logo aos três minutos, Patrick desperdiçou boa oportunidade, chutando para fora. Aos nove, após jogada pessoal de Nico na entrada da área, a bola ficou com D’Alessandro que bateu com perigo. Na sequência, Cuesta chutou e a bola explodiu na trave.
Mesmo superior, o Colorado sofreu o revés aos 14 minutos. Lomba se atrapalhou com um chute de muito longe de Rafael Vaz, soltou a bola e Rafael Moura empurrou para o fundo das redes. O assistente anulou o gol, mas o VAR revisou e validou o lance.
Inseguro, o time do Inter passou a falhar bisonhamente. Aos 23, o Goiás marcou mais um, mas o árbitro de vídeo salvou o time do técnico Zé Ricardo, anulando o gol de Michael por impedimento. Nos minutos finais, Tadeu fez três grandes defesas, evitando o gol de empate dos donos da casa. D’Ale, Guerreiro e Moledo pararam no goleiro alviverde.
O segundo tempo começou com Nonato no lugar de Bruno Silva, de fraca atuação. Mesmo com a alteração, a equipe seguiu ansiosa e se precipitando em muitos lances. Aos 12, a primeira grande chance colorada. Depois de cobrança de escanteio, Guerrero desviou de cabeça e Moledo, de bicicleta, quase marcou. Cinco minutos depois, Moledo desviou chute de Nico, mas Tadeu salvou mais uma vez.
Só que o Goiás aproveitou o nervosismo do Beira-Rio e marcou o segundo. Aos 26, em contra-ataque mortal, Michael partiu do meio-campo, passou por dois e chutou na saída de Lomba para marcar um golaço. O Inter descontou na bola parada. Aos 32, D’Ale cobrou escanteio e Guerrero marcou de cabeça.
Lomba ainda falhou mais uma vez, soltou a bola nos pés do ataque do Goiás que não marcou mais um porque Moledo salvou em cima da linha. As vaias e os gritos de “time sem vergonha” foram fortíssimos após o apito final.
Inter 1
Marcelo Lomba; Heitor (Pedro Lucas), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Edenílson, Bruno Silva (Nonato), Nico López, D'Alessandro e Patrick (Sarrafiore); Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.
Goiás 2
Tadeu; Yago Rocha, Fábio Sanches, Rafael Vaz e Alan Ruschel; Gilberto Júnior, Barcia, Yago Felipe (Thalles), Léo Sena e Michael (Dudu); Rafael Moura (Kaio). Técnico: Ney Franco.
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN).
CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia