Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de novembro de 2019.
Dia do Doador de Sangue.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 25/11/2019. Alterada em 24/11 às 21h12min

Em jogo de reviravoltas, Inter fica no empate com o Fortaleza

Aos 37 minutos do segundo tempo, Guerrero empatou de cabeça e acendeu a torcida Colorada

Aos 37 minutos do segundo tempo, Guerrero empatou de cabeça e acendeu a torcida Colorada


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
A pressão foi muita, a expectativa era de vitória, mas o Inter também correu riscos e precisou se contentar com um empate de 2 a 2 contra o Fortaleza, neste domingo (24), no Beira-Rio. Agora, o Colorado está com 51 pontos, ainda distante do G-4.
A pressão foi muita, a expectativa era de vitória, mas o Inter também correu riscos e precisou se contentar com um empate de 2 a 2 contra o Fortaleza, neste domingo (24), no Beira-Rio. Agora, o Colorado está com 51 pontos, ainda distante do G-4.
A partida começou com o Fortaleza surpreendendo. Aos sete minutos, Rodrigo Moledo acabou trombando com José Mendonça da Silva Júnior. O lance não parou, e Osvaldo chutou cruzado: 1 a 0.
O Inter se jogou à frente, e conquistou o empate aos 42 min. Em bola alçada na área, Uendel ajeitou para Guerrero, que concluiu de cabeça.
A tendência era de virada colorada no segundo tempo. Mas quem fez o segundo foi o Vozão: aos 27min, Uendel falhou duas vezes, Lomba chegou a salvar, mas a bola sobrou para Tinga fazer. Aos 37, Guerrero empatou de cabeça, acendendo a torcida. Nos descontos, o VAR entrou em campo, marcando pênalti de Cuesta. Mas Lomba brilhou e defendeu o chute de Bruno Melo, evitando a derrota.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia