Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 06 de agosto de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 06/08/2019. Alterada em 05/08 às 22h26min

Grêmio só empata com a Chape na Arena

Deivison Ávila

O Grêmio segue invicto após a parada para a copa América, entretanto, segue sem vencer no Campeonato Brasileiro. Na noite de ontem, pouco mais de 15 mil torcedores enfrentaram o frio e foram retribuídos com um jogo repleto de gols e alternâncias à frente do placar. No final, Grêmio e Chapecoense ficaram no 3 a 3, pela 13ª rodada do Brasileirão e os gaúchos perderam a chance de se aproximar da parte de cima da tabela.

Logo aos cinco minutos, Everton tabelou com Maicon e soltou a bomba de fora da área para boa defesa de Tiepo. E não demorou para os donos da casa abrirem o marcador. Aos oito, Alisson cobrou escanteio da direita e Geromel subiu mais alto e cabecear para o fundo das redes. Mas os catarinenses foram providenciais em busca do empate. Três minutos depois, Everaldo invadiu a área, driblou a zaga e chutou forte no canto direito de Paulo Victor.

E no jogo de toma lá, dá cá, o Tricolor voltou a ficar na frente do placar aos 26. Maicon acionou Everton no meio e o camisa 11 arriscou de fora da área, contou com a ajuda do Tiepo, para marcar o segundo. Se enganou quem imaginava que a Chape se intimidaria com o Grêmio na Arena. Aos 34, Camilo cobrou escanteio pela direita e Campanharo se antecipou à marcação na primeira trave e desviou de cabeça para deixar tudo igual mais uma vez.

Os times voltaram iguais para a etapa final. O Grêmio pressionou nos primeiros minutos, mas errava muito o passe final. E a Chape só aguardava algum erro do adversário e, aos 15, Maicon e Cortez falharam na troca de passes e a bola ficou com Augusto, que cruzou para o meio e Arthur Gomes se antecipou a Kannemann e mandou para as redes.

Após o revés, o Tricolor partiu para cima, repleto de atacantes. Aos 31, Tardelli cabeceou sozinho na pequena área e Tiepo operou um milagre. Só que quatro minutos depois, Luan cobrou falta e Tardelli foi mais rápido que a marcação e desviou de cabeça para mais uma igualdade no placar.

Aos 38, Everton acertou o travessão quando virando para o Tricolor. Nos acréscimos ainda teve pênalti marcado, árbitro de vídeo consultado e o juiz voltando atrás de sua decisão. No final, empate no jogo de seis gols na Arena.

CORRIGIR
Seja o primeiro a comentar esta notícia