Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 18 de junho de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR| CORRIGIR

Copa América

Edição impressa de 18/06/2019. Alterada em 18/06 às 03h00min

Comitê Organizador Local explica recorde de renda na partida entre Brasil e Bolívia

O Comitê Organizador Local (COL), responsável por organizar a Copa América, explicou ontem a renda recorde de R$ 22.476.630,00 no duelo entre Brasil e Bolívia, registrada na abertura do torneio. O COL também esclareceu por que o estádio do Morumbi recebeu "apenas" 46.342 pagantes, mesmo com a divulgação de que todos os ingressos haviam sido vendidos.
O Comitê Organizador Local (COL), responsável por organizar a Copa América, explicou ontem a renda recorde de R$ 22.476.630,00 no duelo entre Brasil e Bolívia, registrada na abertura do torneio. O COL também esclareceu por que o estádio do Morumbi recebeu "apenas" 46.342 pagantes, mesmo com a divulgação de que todos os ingressos haviam sido vendidos.
Em nota oficial, o comitê afirmou que foram arrecadados mais de R$ 6 milhões com os chamados "ingressos de hospitalidade", que tiveram preço médio de R$ 2.043,00 e davam direito a um setor VIP com outros serviços incluídos. Além disso, a organização disse que 8.753 entradas não foram vendidas. Outros 4.327 torcedores tinham ingressos, mas não compareceram.
O COL esclareceu ainda que foi arrecadado um valor de
R$ 16.461.570,00 por meio de entradas disponíveis para o público geral, o que significa um custo médio de R$ 368,47 por tíquete. A renda foi a maior do futebol brasileiro, superando os
R$ 15.118.391,02 arrecadados na vitória por 3 a 0 do Brasil sobre o Chile, em 2017, no Allianz Parque, pelas eliminatórias sul-americanas.
COMENTAR| CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia