Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 14 de junho de 2019.
Dia Mundial do Doador de Sangue.

Jornal do Comércio

Esportes

CORRIGIR

Copa do Mundo Feminina

14/06/2019 - 15h59min. Alterada em 14/06 às 19h25min

Itália goleia Jamaica e assume a liderança do grupo do Brasil no Mundial Feminino

A meio campista italiana Aurora Galli anotou dois gols na partida

A meio campista italiana Aurora Galli anotou dois gols na partida


LIONEL BONAVENTURE/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Após surpreender a Austrália na estreia, a seleção feminina de futebol da Itália não tomou conhecimento da Jamaica e venceu mais uma no Mundial Feminino. Jogando no Stade Auguste-Delaune, na cidade francesa de Reims, as italianas golearam por 5 a 0 e assumiram a liderança do Grupo C, do Brasil.
A atacante Cristiana Girelli e a meia Aurora Galli foram os grandes destaques da partida. A primeira balançou as redes por três vezes, enquanto Galli anotou os dois últimos gols do jogo válido pela segunda rodada.
O resultado deixou a equipe italiana com seis pontos, à frente de Brasil e Austrália, ambas as seleções com três pontos. Ainda sem pontuar, o modesto time da Jamaica ocupa o quarto e último lugar do grupo.
A seleção brasileira venceu a Jamaica por 3 a 0 na estreia, mas perdeu para a Austrália por 3 a 2, de virada, na quinta. Com estes resultados, a equipe comandada por Vadão poderá avançar às oitavas de final até mesmo com um empate na rodada final, quando terá pela frente as italianas. Classificam-se as duas primeiras seleções de cada chave e mais as quatro melhores terceiras colocadas.
Em Reims, apesar do domínio, a Itália precisou de duas chances para abrir o placar. Aos 10 minutos, Bonansea sofreu falta dentro da área e a arbitragem consultou o VAR para confirmar a penalidade. Na cobrança, Girelli bateu mal e a goleira Schneider pulou no canto esquerdo para defender.
A árbitra, contudo, mandou o lance seguir ao verificar que a jamaicana se adiantou na cobrança. Em nova batida, Girelli não perdoou e acertou o outro canto para deixar as italianas em vantagem no placar.
O segundo gol saiu aos 24 minutos. Após cobrança de escanteio, a bola atravessou toda a área até acertar em Girelli, que escorou de coxa para as redes. O terceiro gol foi precedido de uma bola no travessão, após apagão geral na defesa da Jamaica. E, logo no início da etapa final, Girelli voltou à carga. No primeiro minuto, a mesma atacante escorou cruzamento na área, após vacilo da goleira, e anotou seu terceiro gol no jogo.
Daí em diante, o domínio italiano arrefeceu e a Jamaica até sonhou com um gol de honra, que quase veio aos 23, com uma bola de Blackwood no travessão. A esperança, contudo, durou apenas dois minutos. Foi o tempo necessário para a Itália chegar ao quarto gol, o mais bonito da partida. Galli recebeu passe de Bonansea e acertou o ângulo. A goleira jamaicana chegou a tocar na bola, mas não o suficiente para evitar o gol.
A goleada foi selada aos 35. Após bela enfiada de Giugliano, pela direita, Aurora Galli escapou pelo meio, driblou a goleira num lindo corte dentro da área e completou para o gol vazio.
A última rodada do Grupo C será disputada no dia 18, próxima terça-feira. As italianas vão enfrentar o Brasil, enquanto as jamaicanas terão pela frente a Austrália.
Jamaica 0 x 5 Itália
Sydney Schneider; Deneisha Blackwood, Allyson Swaby, Konya Plummer e Sashana Campbell; Chantelle Swaby (Marlo Sweatman), Havana Solaun, Chinyelu Asher e Olufolasade Adamolekun (Lauren Silver); Mireya Grey (Jody Brown) e Khadija Shaw. Técnico: Hue Menzies.
Laura Giuliani; Alia Guagni (Lisa Boattin), Sara Gama, Elena Linari e Elisa Bartoli; Valentina Bergamaschi (Aurora Galli), Manuela Giugliano e Valentina Cernoia; Daniela Sabatino, Barbara Bonansea e Cristiana Girelli (Valentina Giacinti). Técnica: Milena Bertolini.
Árbitro: Anna-Marie Keighley (Fifa/NZL).
CORRIGIR