Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 14 de abril de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

gente

Alterada em 14/04 às 17h14min

Pelé tem boa recuperação após cirurgia realizada no sábado, confirma novo boletim

Rei do Futebol continua dando prosseguimento ao seu tratamento sem problemas

Rei do Futebol continua dando prosseguimento ao seu tratamento sem problemas


NELSON ALMEIDA/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Depois de ter sido submetido a uma cirurgia no último sábado (13), quando a intervenção serviu para a retirada de um cálculo renal, Pelé se recupera bem no hospital Albert Einstein, em São Paulo. O procedimento havia sido realizado com sucesso e o Rei do Futebol continua dando prosseguimento ao seu tratamento sem problemas.
"O paciente Edson Arantes do Nascimento encontra-se clinicamente bem. Apresenta evolução satisfatória no pós-operatório, sem intercorrências", informou o hospital em boletim médico divulgado neste domingo e assinado em conjunto por Fabio Nasri (geriatra e endocrinologista), Gustavo Caserta Lemos (urologista) e Miguel Cendoroglo (diretor superintendente do Albert Einstein).
No último sábado, o ex-jogador de 78 anos já havia sido liberado para ir ao quarto do hospital após passar pelo centro cirúrgico do local, tendo em vista a sua boa recuperação. Com isso, Pelé deverá ganhar alta dos médicos em breve.
O ídolo do Santos e da seleção brasileira chegou ao Brasil na última terça-feira após sofrer com uma infecção renal em Paris, quando participava de um evento com o atacante Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain e da seleção francesa, no último dia 2, e se ressentiu de uma febre. Na ocasião, ele foi internado e medicado por cinco dias na França, onde seguiu internado até segunda-feira.
Logo depois de chegar ao País e confirmar que está bem, Pelé seguiu para o hospital Albert Einstein, onde foi submetido a novos exames e continuou o seu tratamento do problema renal. Com boa condição física, o astro inspira cuidados maiores por ter apenas um rim.
Por causa dos recentes problemas de saúde, Pelé também precisou cancelar sua ida a um evento em que seria homenageado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, no último dia 7, onde o técnico da seleção brasileira, Tite, deu uma palestra.
Depois disso, na quarta-feira, o Rei do Futebol foi condecorado pela Conmebol com a máxima honraria concedida pela entidade. Em congresso realizado no Rio, o órgão anunciou que vai entregar ao ex-jogador a Ordem de Honra do Futebol Sul-Americano, o que ocorrerá após o ex-atleta ser liberado pelos médicos para deixar o hospital.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia