Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 13 de abril de 2019.
Aniversário da cidade de Fortaleza/CE. Dia dos Jovens.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Fórmula 1

13/04/2019 - 15h05min. Alterada em 13/04 às 15h15min

Bottas faz história e conquista a pole na China

Bottas teve de travar um duelo particular na Mercedes contra o pentacampeão mundial Hamilton

Bottas teve de travar um duelo particular na Mercedes contra o pentacampeão mundial Hamilton


WANG ZHAO/AFP/JC
Estadão Conteúdo
O finlandês Valtteri Bottas fez história neste sábado (13) em Xangai, na China. O piloto da Mercedes conseguiu a pole para o GP da China, a terceira etapa da temporada de 2019, que marca a 1.000ª corrida da história da Fórmula 1.
No treino oficial de classificação, o atual líder do Mundial de Pilotos desbancou dois multicampeões da categoria - o inglês Lewis Hamilton e o alemão Sebastian Vettel - para largar na ponta pela primeira vez neste ano.
Para obter o feito neste sábado, Bottas teve de travar um duelo particular na Mercedes contra o pentacampeão mundial no Q3, a terceira e decisiva fase do treino oficial. O finlandês levou a melhor com o tempo de 1min31s547 e ficou à frente de Hamilton por apenas 0s023 (1min31s570). Ele é o terceiro piloto diferente a ser pole em 2019 - os outros foram o inglês, na Austrália, e o monegasco Charles Leclerc, da Ferrari, no Bahrein -, fato que não acontecia há 11 anos.
"Tem sido um fim de semana muito bom até agora", disse Bottas ao ex-piloto inglês Martin Brundle ainda na pista, após a volta que garantiu a pole. "Eu me senti confortável com o carro desde a manhã. Mas tive dificuldades no Q3 ao tentar tirar o máximo de performance. A volta foi OK. Não do jeito que eu queria, mas suficiente para a pole. O carro está realmente muito bom e Lewis melhorou muito ao longo da sessão. Foi muito perto", completou.
A Ferrari, que brilhou no treino oficial de classificação no Bahrein e é considerada a maior favorita na China, não mostrou a força esperada e ficou com a segunda fila do grid de largada. Vettel cravou 1min31s848 e conquistou o terceiro posto, deixando Leclerc na quarta posição bem perto com o tempo de 1min31s865.
A terceira fila também é de uma equipe só: a Red Bull. Já na casa dos 1min32s, o holandês Max Verstappen fecha o Top 5 do grid com o tempo de 1min32s089. Mais distante do companheiro, o francês Pierre Gasly obteve a sexta colocação com 1min32s930.
Por coincidência, os 10 primeiros colocados são completados com a Renault e a Haas preenchendo com seus dois pilotos a quarta e a quinta filas, respectivamente. A equipe francesa teve o australiano Daniel Ricciardo em sétimo lugar e o alemão Nico Hülkenberg em oitavo. Sem tempo no Q3, a escuderia norte-americana colocou o dinamarquês Kevin Magnussen na nona colocação e o francês Romain Grosjean em 10.º.
A largada do GP de número 1.000 da história da Fórmula 1, no circuito Internacional de Xangai, na China, acontece às 3h10 (de Brasília) deste domingo.

Confira o grid de largada do GP da China:

  • 1º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes) - 1min31s547
  • 2º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - 1min31s570
  • 3º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - 1min31s848
  • 4º - Charles Leclerc (MON/Ferrari) - 1min31s865
  • 5º - Max Verstappen (HOL/Red Bull) - 1min32s089
  • 6.º - Pierre Gasly (FRA/Red Bull) - 1min32s930
  • 7º - Daniel Ricciardo (AUS/Renault) - 1min32s958
  • 8º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault) - 1min32s962
  • 9º - Kevin Magnussen (DIN/Haas) - sem tempo no Q3
  • 10º - Romain Grosjean (FRA/Haas) - sem tempo no Q3
  • 11º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) - 1min33s236
  • 12º - Sergio Pérez (MEX/Racing Point) - 1min33s299
  • 13º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo) - 1min33s419
  • 14.º - Carlos Sainz (ESP/McLaren) - 1min33s523
  • 15º - Lando Norris (ING/McLaren) - 1min33s967
  • 16º - Lance Stroll (CAN/Racing Point) - 1min34s292
  • 17º - George Russell (ING/Williams) - 1min35s253
  • 18.º - Robert Kubica (POL/Williams) - 1min35s281
  • 19º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo) - sem tempo no Q1
  • 20º - Alexander Albon (TAI/Toro Rosso) - sem tempo no Q1
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia