Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 08 de abril de 2019.
Dia Mundial do Combate ao Câncer.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Gaúcho

Edição impressa de 08/04/2019. Alterada em 07/04 às 22h17min

Dois Grenais na busca pela glória

Igor Natusch
Deu a lógica. Ao fim de um campeonato marcado pela superioridade da Dupla sobre os demais, Grêmio e Inter medirão forças, uma vez mais, para definir quem manda no futebol gaúcho. Será a 26ª vez que os dois gigantes da Capital se enfrentam na decisão do Gauchão - por enquanto, a vantagem é colorada, com 13 títulos contra 12 do Tricolor. Por outro lado, os tradicionais rivais não jogavam entre si pela taça desde 2015: nos três anos seguintes, um clube do interior sempre tinha conseguido se meter entre os grandes.
No sábado, em clima de festa, o Inter assinou o passaporte para a final sem sustos, com uma vitória de 2 a 0 sobre o Caxias, categóricos 4 a 1 no agregado. Já o Grêmio foi a campo precisando mostrar serviço, ontem, contra o São Luiz. E a qualidade técnica superou o nervosismo, com o atual campeão vencendo o duelo por 3 a 0.
A decisão do Gauchão começa no próximo domingo, às 16h, no Beira-Rio. A partida de volta é na Arena, na quarta-feira, dia 17.
 

Guerrero estreia com gol no aniversário do Beira-Rio

Atacante peruano foi ovacionado ao sair de campo

Atacante peruano foi ovacionado ao sair de campo


/RICARDO DUARTE/INTER/JC

O sábado foi de festa para a nação colorada. Jogando em casa, no dia em que o Beira-Rio completava 50 anos de conquistas, o torcedor ainda pôde ver a estreia de Paolo Guerrero, longos 234 dias depois de seu anúncio oficial como reforço do Inter. E o peruano correspondeu, marcando um dos gols da vitória de 2 a 0 sobre o Caxias e ajudando a garantir a vaga na final.

Em vantagem depois de vencer por 2 a 1 a partida de ida em Caxias do Sul, o técnico Odair Hellmann levou a campo um time misto, já projetando a partida de terça-feira, contra o Palestino, pela Libertadores. A maior atração, claro, era Guerrero, voltando de longa punição por doping.

Interessado e com boa movimentação, o estreante foi recompensado aos 36 minutos. Em escanteio cobrado por Camilo, Guerrero subiu e, de cabeça, começou a escrever seu nome na história colorada: 1 a 0.

Com o placar aberto, a partida ficou ainda mais tranquila para o Inter. O Caxias até tentava reagir, mas quase não chutou a gol durante todo o jogo. Guerrero foi ovacionado ao ser substituído, aos 16 minutos da etapa final - e, sete minutos depois, o placar ganhou contornos finais. Após falha de Foguinho, Guilherme Parede fugiu pela esquerda e chutou no canto de Cetin, garantindo uma tarde perfeita para os 32 mil presentes.

Grêmio supera nervosismo e garante vaga na decisão

Everton marcou o terceiro gol  em vitória contra o São Luiz

Everton marcou o terceiro gol em vitória contra o São Luiz


/LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Se fosse apenas pela campanha até o jogo de ontem, o Grêmio tinha tudo para chegar sem sustos na final do Gauchão. Porém, o revés de meio de semana na Libertadores ampliou a tensão na Arena, transformando uma classificação teoricamente segura contra o São Luiz em questão de honra. Mas não houve zebra: mesmo sem dar show, o Tricolor venceu por 3 a 0 e confirmou a campanha invicta rumo à decisão.
O time de Renato Portaluppi foi a campo com mudanças - a maior delas, a saída de Luan, que foi afastado para recuperação física e não tem data de retorno. No jogo, viu-se um Grêmio batendo na porta, enquanto o adversário esmerava-se em uma marcação sem tréguas. O desafogo gremista veio aos 25 minutos. Em cobrança rápida de falta, a bola surgiu para André, que encostou de cabeça para Alisson abrir. Aos 38, o próprio André fez o segundo, após belo corte dentro da área.
O nervosismo gremista, porém, voltou na segunda etapa, e o time de Ijuí se soltou, com direito a gol anulado aos 13 minutos. Um minuto depois, porém, o alívio: Everton pela esquerda, chute bonito e 3 a 0 no placar. Com a ampla vantagem, os gremistas só administraram as forças para a dura batalha da próxima quarta-feira, na Arena, contra os argentinos do Rosário Central.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia