Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de março de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Gaúcho

Edição impressa de 11/03/2019. Alterada em 10/03 às 01h00min

No Beira-Rio, vitória e classificação

Sarrafiore (c) comemora ao abrir o placar no Beira-Rio

Sarrafiore (c) comemora ao abrir o placar no Beira-Rio


/RICARDO DUARTE/INTER/JC
Igor Natusch
Mesmo com o foco na Libertadores, competição pela qual enfrenta o Alianza Lima na quarta-feira, o Inter segue dando atenção ao Campeonato Gaúcho. Ontem, em uma boa atuação, o Colorado se impôs no Beira-Rio e venceu o Aimoré por 2 a 0. O placar consolidou o time vermelho na segunda posição, com 19 pontos, e garantiu a classificação antecipada para as quartas de final do estadual.
Mais que um time misto, o Inter foi a campo com uma escalação quase meio a meio: enquanto a defesa era repleta de jogadores que raramente vão a campo, o meio-campo e o ataque traziam nomes mais consolidados, como os ídolos Rafael Sobis e D'Alessandro. Uma equipe, em teoria, talhada para resolver na frente, compensando a inexperiência atrás com muita posse de bola.
Com menos de um minuto, o primeiro recado colorado: Martín Sarrafiore cruzou, Sobis cabeceou e a bola passou perto do gol de Fábio. O começo de jogo foi fiel à amostra, com o Inter buscando a frente e o Aimoré segurando as pontas. Uma das melhores chances veio aos 16, quando Neilton chegou chutando em cruzamento de Bruno e acertou a trave.
Com mais volume de jogo, o Colorado abriu o placar aos 26 minutos. Em um erro de Marcelo Pitol, Sobis roubou a bola e acionou Nonato. O goleiro do Aimoré salvou em um primeiro momento, mas quando Sarrafiore teve a chance, demonstrou categoria: chute colocado, no canto direito, e 1 a 0 no placar.
O time de São Leopoldo, longe de se abater, tentou reagir. Daniel chegou a ser testado três vezes na primeira etapa, em chutes de Gian, Wagner e Renato. E o Aimoré abriu o segundo tempo no mesmo ritmo, com Marco Antônio concluindo com perigo, logo aos dois minutos. O Inter tentou responder em seguida, mais uma vez em uma roubada de bola. D'Alessandro, de boa atuação, recebeu, tentou encobrir e por pouco não fez um golaço.
A partida seguiu elétrica, com o Colorado chegando mais, mas o Aimoré demonstrava valentia e também se arriscava à frente. Tanto Odair Hellmann quanto Gelson Conte dobraram a aposta, colocando jogadores velozes para os minutos finais de partida. Mas, aos 36, o time da casa resolveu a partida. Em ótimo lançamento de Wellington Silva, Rafael Sobis surgiu nas costas da zaga e, na saída de Pitol, concluiu por cobertura para fechar o placar. Diante de um adversário batido e cansado, o Inter ainda teve chances de ampliar, mas sem sucesso - nada, porém, que diminuísse a festa dos pouco mais de 13 mil presentes.
Internacional 2 x 0 Aimoré
Daniel; Bruno, Emerson Santos, Roberto e Uendel; Rodrigo Lindoso, Sarrafiore (Camilo), Nonato e D'Alessandro; Neilton (Wellington Silva) e Rafael Sobis (Tréllez). Técnico: Odair Hellmann.
Marcelo Pitol; Gian, Renato, Douglão e Henrique Ávila; Tôto (Elias), Diguinho, Marco Antônio (Gustavo Xuxa) e Leandro Canhoto (Rafael Franco); Wagner e Vinícius. Técnica: Gelson Conte.
Árbitro: Anderson Farias.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia