Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 08 de janeiro de 2019.
Dia Nacional do Fotógrafo.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

automobilismo

08/01/2019 - 19h09min. Alterada em 08/01 às 19h09min

Sebastian Loeb se recupera, vence 2ª etapa e sobe na classificação do Rally Dakar

Estadão Conteúdo
Um dos favoritos ao título entre os carros no Rally Dakar, o francês Sebastian Loeb conseguiu uma grande recuperação nesta terça-feira. Depois de uma péssima estreia, quando ficou mais de seis minutos atrás do líder, o experiente piloto da Peugeot venceu a segunda etapa, na qual os competidores percorreram 553 km entre as cidades peruanas de Pisco e San Juan de Marcona, dos quais 342 km foram cronometrados.
A vitória de Loeb nesta terça-feira foi apertada, já que teve apenas oito segundo de vantagem para o espanhol Nani Roma. E valeu a marca de ganhar ao menos uma etapa em todas as quatro edições do Rally Dakar que disputou até agora na carreira.
A terceira colocação ficou com Bernhard Ten Brinke, da Toyota, com pouco mais de um minuto atrás do vencedor. Seu companheiro de equipe, Giniel de Villiers, ficou em quarto e roubou a liderança geral do rali de outro piloto da Toyota, o catariano Nasser Al-Attiyah, que finalizou em 11.º nesta terça-feira.
De Villiers tem agora 28 segundos de vantagem sobre Ten Brinke na classificação geral. Nani Roma e Yazeed Al-Rajhi, quinto colocado nesta segunda etapa, também estão a um minuto do líder, enquanto que Loeb está 1 minuto e 56 segundos atrás, em quinto lugar.
Al-Attiyah, que venceu a etapa de abertura do rali na última segunda-feira, caiu para o oitavo lugar na classificação geral. Uma das lendas do Dakar, o francês Stephane Peterhansel, teve um dia para esquecer, chegando 15 minutos atrás do vencedor e agora está na 13.ª posição.
MOTOS - Atual campeão, Matthias Walkner se deu bem nesta terça-feira e venceu a segunda etapa. O piloto da KTM, que terminou o primeiro dia em sétimo lugar, recuperou-se e agora é segundo colocado na classificação geral.
Quem lidera após dois dias de disputas é o espanhol Joan Barreda, que terminou nesta terça-feira na terceira posição e tem 1 minutos e 31 segundos de vantagem sobre Walkner. Fechando o grupo dos três primeiros aparece o norte-americano Ricky Brabec, também da Honda, a dois segundos do atual campeão.
O chileno Pablo Quintanilha ocupa o quarto lugar e Toby Price, piloto da KTM e campeão da prova em 2016, completa o Top 5.
A terceira etapa do Rally Dakar será realizada nesta quarta-feira, quando os pilotos percorrerão 798 km entre San Juan de Marcona e Arequipa, dos quais 331 km serão cronometrados Esta edição foi reduzida e terá todas as suas 10 etapas ocorrendo no Peru, até o próximo dia 17.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia