Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 13 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Edição impressa de 13/12/2018. Alterada em 13/12 às 01h00min

Direção colorada deve usar a criatividade para buscar atacante

Direção espera convencer 
Luiz Adriano a deixar o Spartak

Direção espera convencer Luiz Adriano a deixar o Spartak


/SPARTAK MOSCOW/DIVULGAÇÃO/JC

Com a confirmação da saída de Leandro Damião, que atuará no futebol japonês, o Inter está no mercado atrás de um atacante. Depois de Luiz Adriano gravar um vídeo divulgado pelo Spartak Moscou dizendo que permanecerá no clube, a direção espera para conversar com ele e procura agir com criatividade.

Sob a ótica colorada, o material produzido e levado a público pelos russos não condiz com a vontade do jogador. Mostra, sim, uma preocupação dos europeus com a intenção de Luiz Adriano voltar ao Brasil. O Colorado mantém a esperança de encontrar uma forma de repatriar o atacante, formado nas categorias de base do clube. Para isso, espera o fim da participação do Spartak na Liga Europa e a chegada dele ao Brasil, para, durante as férias, tentar convencê-lo, e só então entrar em contato com os russos.

Pensando em uma possível negativa, a direção deve usar a criatividade para contratar. O Inter tem como meta olhar jogadores que possam vir de duas formas: em uma troca de empréstimos ou por aquisição de direitos em fim de contrato. Alguns nomes começam a ser ventilados. Neílton, do Vitória, estaria na mira. Em contrapartida, o clube baiano tem interesse no zagueiro Léo Ortiz e no meia Andrigo.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia