Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018.
Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

GrÊmio

Alterada em 10/12 às 15h46min

Presidente do Grêmio confirma saída de Douglas e promete homenagens

Em 2017, Douglas rompeu o ligamentos do joelho por duas vezes e não conseguiu retomar ritmo de jogo

Em 2017, Douglas rompeu o ligamentos do joelho por duas vezes e não conseguiu retomar ritmo de jogo


LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC
Douglas não ficará no Grêmio em 2019. Nesta segunda-feira (10), a saída do meia foi confirmada pelo presidente Romildo Bolzan Jr. Nas palavras do dirigente, o jogador já sabe que não terá o vínculo renovado. Nas próximas semanas, homenagens serão feitas ao atleta.
"O Douglas não vai ficar conosco. Vai receber todas as homenagens, merece por tudo que fez pelo Grêmio. O Grêmio vai homenageá-lo, mas ele já sabe que não vai ficar. Já ele já tem ciência de que pode procurar novo clube", disse Bolzan Jr. à Rádio Grenal.
Douglas voltou ao Grêmio ao final de 2014, ainda com Felipão na função de treinador do clube gaúcho, e entre 2015 e 2016 foi peça importante do time. Foi eleito melhor jogador da Copa do Brasil conquistada pelo clube, mas no ano passado rompeu ligamentos do joelho por duas vezes e não conseguiu retomar ritmo de jogo, na avaliação do clube.
'Ele precisa de tempo, tem a idade. Mas nem é por isso. A nossa capacidade de competir passa por outra pessoa que tenha capacidade de competir agora", comentou o dirigente.
O meia chegou a comentar com amigos o desejo de seguir no Grêmio em 2019. A adaptação a Porto Alegre, investimentos na região e negócios fora do futebol explicavam a vontade.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia