Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 05 de dezembro de 2018.
Dia Internacional dos Voluntários.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Edição impressa de 05/12/2018. Alterada em 05/12 às 01h00min

Diretoria colorada inicia retirada das cadeiras da arquibancada Sul

Atendendo a normas, o espaço receberá barras antiesmagamento

Atendendo a normas, o espaço receberá barras antiesmagamento


/INTER/DIVULGAÇÃO/JC

Um pedido antigo do torcedor que fica atrás do gol na arquibancada Sul do estádio Beira-Rio começou a ser atendido. A direção colorada começou nesta semana a retirada das cadeiras do setor onde fica a torcida Guarda Popular. Ao todo, a área comportará 5 mil pessoas em pé, o máximo permitido pela legislação. Com isso, o Gigante ficará ainda mais democrático e apto para a festa.

"Esse é um processo que iniciou praticamente junto com o trabalho desta gestão, em 2017. Logo que assumimos, contratamos uma empresa especializada no assunto que começou a fazer os estudos e projetos de viabilidade técnica. A partir do estudo, iniciamos os debates internamente. Questões como tamanho da área, capacidade, setor e, obviamente, a segurança do torcedor", explicou o diretor de patrimônio, Marcelo Poloni.

Para obter a viabilidade do projeto de retirada das cadeiras, o Colorado precisou atender a todas as normas de segurança para que o trâmite esteja de acordo com as exigências à adequação do local. Neste processo, estiveram envolvidos Corpo de Bombeiros e Brigada Militar.

"Depois de atender todas as solicitações dos órgãos responsáveis, principalmente o Corpo de Bombeiros, que sempre foi muito solícito, iniciamos a remoção com o objetivo de, no início da temporada, estar tudo pronto e a torcida ter o setor disponível para fazer uma festa ainda maior", comemorou o dirigente.

No lugar da cadeiras, serão colocadas barras antiesmagamento distribuídas sobre a arquibancada. Para que não houvesse necessidade de interdição do estádio para as obras, os trabalhos começaram depois da disputa do último jogo no Beira-Rio na temporada, dia 25 de novembro.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia