Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 29 de novembro de 2018.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Futebol

29/11/2018 - 10h44min. Alterada em 29/11 às 10h44min

Bélgica segue no topo do ranking da Fifa, mas Brasil reduz diferença

Belgas venceram a seleção de Neymar tirando o Brasil da semifinal da Copa da Rússia

Belgas venceram a seleção de Neymar tirando o Brasil da semifinal da Copa da Rússia


EMMANUEL DUNAND/AFP/JC
Estadão Conteúdo
A seleção da Bélgica segue na primeira colocação do ranking da Fifa, na atualização divulgada pela entidade nesta quinta-feira (29). A França continua em segundo lugar, seguida pelo Brasil, em terceiro. Mas a vantagem das duas equipes europeias sobre o time brasileiro foi reduzida no ranking deste mês.
Os belgas somam agora 1727, contra 1726 dos franceses. A seleção brasileira exibe 1676 pontos, reduzindo de 64 para 51 pontos a distância para a equipe da Bélgica, sua algoz nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia. Os belgas terminaram o Mundial na terceira colocação, enquanto os franceses foram os campeões.
A queda na diferença entre os europeus e o Brasil se deve à derrotas das duas equipes na Liga das Nações da Uefa. No mesmo período, o time comandado pelo técnico Tite venceu amistosos contra Uruguai e Camarões, neste mês, na Inglaterra. A seleção ainda não perdeu desde a Copa, acumulando seis vitórias consecutivas em amistosos.
O Brasil está sendo seguido de perto pela Croácia, que tem 1634 pontos e ocupa o quarto posto. Depois dos vice-campeões mundiais vêm as seleções de Inglaterra, Portugal, Uruguai, Suíça, Espanha e Dinamarca. A única mudança no Top 10 foi a troca de posições entre portugueses e uruguaios, que caíram para o sétimo posto.
A Argentina, por sua vez, galgou uma posição e aparece agora em 11º. Assim, empurrou a Colômbia para a 12ª colocação. Ainda dentro do Top 20, Suécia e Holanda também ganharam posições. Os suecos subiram três degraus e figuram agora em 14º, mesma colocação dos holandeses.
Entre as equipes que mais subiram no ranking, o maior destaque foi o Sudão, com oito posições (127º). Gâmbia galgou sete postos (166º), enquanto Moçambique (117º), Angola (125º) e Comoros (143º) ganharam cinco colocações cada. O próximo ranking da Fifa será divulgado no dia 20 de dezembro. Será a última lista do ano.
Confira a lista dos 20 primeiros colocados do ranking da Fifa:
  • 1º - Bélgica, 1.727 pontos
  • 2º - França, 1.726
  • 3º - Brasil, 1.676
  • 4º - Croácia, 1.634
  • 5º - Inglaterra, 1.631
  • 6º - Portugal, 1.614
  • 7º - Uruguai, 1.609
  • 8º - Suíça, 1.599
  • 9º - Espanha, 1.591
  • 10º - Dinamarca, 1.589
  • 11º - Argentina, 1.582
  • 12º - Colômbia, 1.575
  • 13º - Chile, 1.565
  • 14º - Suécia, 1.560
  • 14º - Holanda, 1.560
  • 16º - Alemanha, 1.558
  • 17º - México, 1.540
  • 18º - Itália, 1.539
  • 19º - País de Gales, 1.525
  • 20º - Polônia, 1.518
  • 20º - Peru, 1.518
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia