Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 11 de outubro de 2018.
Dia Internacional do Combate à Obesidade.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 11/10/2018. Alterada em 11/10 às 01h00min

Contra o líder, Grêmio busca vitória com seis desfalques

Bressan substituirá o argentino Kannemann, que está na seleção

Bressan substituirá o argentino Kannemann, que está na seleção


/LUCAS UEBEL /GRÊMIO FBPA/JC

Com todo time completo, Grêmio e Palmeiras fariam um jogo de igual para igual pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Só que a equipe de Renato Portaluppi não contará com seis jogadores considerados titulares. No primeiro turno, o Verdão fez uma partida irrepreensível e venceu por 2 a 0 na Arena. Agora, no Pacaembu, às 16h, o Tricolor tentará surpreender o líder da competição e se reaproximar na ponta de cima da tabela.

Para que isso aconteça, o zagueiro Bressan, substituto do argentino Kannemann, que está servindo sua seleção, lembrou a vitória de uma formação toda suplente do time gaúcho diante do Flamengo. Na oportunidade, o adversário usou o que tinha de melhor e perdeu por 2 a 0. "A nossa equipe, se a gente recordar, enfrentou o Flamengo com time considerado reserva e vencemos por 2 a 0. O Palmeiras tem usado dois times e é líder. Parece clichêzinho, mas todo mundo que está aqui pode jogar e bem", avaliou o defensor.

O jogo pode diminuir a diferença de pontos entre os dois clubes. Hoje, o Palmeiras tem cinco pontos a mais que o Grêmio. A ideia era jogar com força máxima em São Paulo para tentar assumir a liderança do Brasileirão, ao menos nos critérios. No entanto, uma serie de lesões tirou Marcelo Grohe, Léo Moura, Cortez, Ramiro e Everton.

"A gente está disputando o Brasileiro e a Libertadores é apenas no final do mês. Temos que jogar para tentar se aproximar ou até, quem sabe, pegar essa primeira colocação. É uma decisão, sim, é um jogo diferente. Uma vitória pode nos colocar em uma situação diferente no campeonato", argumentou Bressan.

Para enfrentar o Verdão de Luiz Felipe Scolari, invicto a 13 jogos no Brasileiro, o Grêmio deve levar a campo Paulo Victor; Léo Gomes, Geromel, Bressan e Juninho Capixaba; Maicon, Cícero, Thaciano, Luan e Alisson; Jael.

COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia