Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sábado, 25 de agosto de 2018.
Dia do Soldado.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

gente

25/08/2018 - 14h14min. Alterada em 25/08 às 14h15min

Aos 68 anos, morre Claudiomiro, autor do primeiro gol do Beira-Rio pelo Inter

Ídolo esteve em cerimônia de encerramento do plantio do novo gramado do Beira-Rio em 2013

Ídolo esteve em cerimônia de encerramento do plantio do novo gramado do Beira-Rio em 2013


FREDY VIEIRA/JC
Faleceu nesta sexta-feira (24), aos 68 anos, Claudiomiro Estrais Ferreira, lendário atacante do Internacional e autor do primeiro gol da história do Estádio Beira-Rio. Em nota em seu site oficial, o Inter lamentou a morte do ex-jogador. "O Internacional se solidariza com os familiares e amigos do Ídolo Eterno que brilhou com a camisa colorada nos anos 1960 e 1970", diz o texto. O velório está sendo realizado desde a manhã deste sábado (25) na Capela Nossa Senhora das Vitórias, no estádio do clube. Não foram revelados causa e detalhes da morte.
Claudiomiro chegou ao Inter com apenas 13 anos. Estreou nos profissionais com 16 anos, e tinha 18 quando fez o histórico gol contra o Benfica de Portugal, na inaguração do Beira-Rio, em 1969. Apelidado de Bigorna, fez parte, no início da carreira, de um ataque que tinha outros jogadores jovens - como Sérgio, Dorinho e Bráulio.
Além de suas excepcionais características como centroavante, Claudiomiro foi o dono absoluto da camisa 9 do Internacional-RS entre 1967 e 1973. Com 210 gols marcados, é o terceiro maior artilheiro, ficando atrás apenas de Carlitos (485) e Bodinho (235).
O jogador teve breves passagens pelo Botafogo e pelo Flamengo entre 1975 e 77, antes de voltar ao futebol gaúcho para defender o Caxias. Claudiomiro ainda voltou ao Internacional por um curto período antes de se aposentar no Novo Hamburgo-RS. Ele é heptacampeão estadual pelo Inter (1969-74).
Em 2013, durante as reformas no Beira-Rio para receber os jogos da Copa do Mundo 2014, o ídolo participou da cerimônia que marcou o encerramento do plantio do novo gramado no estádio.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia